Notícias Adventistas

Desbravadores

Quase um século depois Maués, cidade onde começou a Igreja Adventista no Amazonas, continua a missão de levar o evangelho 

O casal Leo e Jessie Halliwell chegaram a Maués para iniciar o trabalho missionário na região do Amazonas que hoje já está presente nos 62 municípios do estado e em toda região Amazônica.


  • Compartilhar:

Distante há 258 km de Manaus, Maués, é conhecida no mundo pela qualidade e alta produção do fruto do guaraná.  E foi ali que em 1928 chegou o primeiro missionário adventista com a mensagem do advento.

Pastores Israel e Allan com as irmãs Mahirly e Sara após o batismo

Quase um século depois o trabalho continua sendo realizado, no mês de setembro os juvenis e adolescentes dos desbravadores realizam semanas de esperança que oferecem estudos bíblicos nas ruas e igrejas da pequena cidade. E foi assim que as irmãs Sara e Mahirlly Souza, conheceram Jesus. Elas começaram a participar das atividades da igreja ainda criança, mas com a mudança da avó que levava as crianças, perderam o contato. “Deixamos de ir à igreja quando nossa avó mudou para Manaus, até que começou o estudo aqui perto de casa”, conta Sara de 17 anos.

Mais de 200 batismos foram realizados após a realização de classes bíblicas e evangelismos

Ao ver o envolvimento de juvenis e adolescentes, logo despertou o sonho nas adolescentes de se tornarem “Desbravadoras” e levar para outras pessoas o que elas recebem no novo Clube da cidade missionária. “Eu quero ser desbravadora, me batizar, estudar a Bíblia para ensinar as pessoas que ainda não conhecem Jesus”, detalha Mahirlly Souza, de 14 anos.

O batismo da Primavera alcança crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos

Desbravador

O ministério do lenço amarelo alcança milhares de juvenis e adolescentes em todo o Norte e Leste do Amazonas. De acordo com o líder de Desbravadores para este território, pastor Allan Ferraz, depois que as crianças conhecem o amor de Jesus eles levam para os pais. “Quando essas crianças são alcançadas por Jesus, elas querem que os pais também vivam o mesmo que elas. E assim elas se tornam missionárias dentro dos seus próprios lares.”, explica o líder.

Pastor Allan Ferraz com os Desbravadores após serem batizados

Os estudos bíblicos foram iniciados há três meses pelos Clubes de Desbravadores da cidade e na zona rural, onde as pessoas puderam conhecer mais sobre a Bíblia e do amor de Deus.

Evangelismo

Depois de descerem as águas batismais, as adolescentes entenderam por que precisam anunciar a volta Cristo o mais breve possível. “Queremos ver nossa família toda no céu e por isso vamos nos esforçar para isso, mas também quero levar os meus amigos do colégio e vizinhos”, conta as irmãs.

Pastores que realizaram os mais de 200 batismos em Maués

Segundo o evangelista Israel Elias, a cidade de Maués mantém a mesma chama dos missionários que chegaram à cidade em 1928. “Tivemos duas semanas de estudo bíblico diário e mais de 200 pessoas batizadas, novas igrejas surgindo, tanto na cidade quanto na zona rural, louvamos a Deus por tanta graça derramada aqui nessa cidade missionária”, conta o líder.