Notícias Adventistas

Sul do Paraná tem 100% de congregações envolvidas na distribuição de livros missionários

210 mil exemplares foram entregues no território.

17 de maio de 2016
Os alunos do Colégio Adventista Alto Boqueirão fizeram a entrega dos livros com abordando as Olimpíadas.

Os alunos do Colégio Adventista Alto Boqueirão fizeram a entrega dos livros com abordando as Olimpíadas.

Curitiba, PR…[ASN] O último sábado (14) foi de grande movimentação para os adventistas em toda a América do Sul, que realizaram a distribuição dos livros missionários Esperança Viva. A ação conhecida como Impacto Esperança envolveu 100% das congregações e escolas adventistas no sul do Paraná.

“Tivemos todas as faixas etárias envolvidas nessa iniciativa. Algumas igrejas anteciparam a distribuição de livros. Entretanto, tivemos 100% de envolvimento das congregações do território”, comemora o líder da Igreja Adventista no sul do Paraná, pastor Williams César.

Leia também:

Servidores da igreja no sul do Paraná darão continuidade ao Impacto Esperança

Conheça o livro Esperança Viva e baixe

Williams ressalta a importância desta iniciativa tanto para o desenvolvimento interno da igreja quanto para o benefício da comunidade. “Existem duas dimensões. Uma é o impacto interno que o projeto causa, mobilizando toda a igreja e todas as faixas etárias em um mesmo dia, contribuindo para o cumprimento da missão. E outra, é o impacto externo, levando esperança, conforto, paz e salvação às pessoas. Os resultados de uma distribuição como essa vêm a longo prazo”, acredita.

Renner está afastado da igreja há mais de 10 anos, mas ficou comovido ao ver os adventistas entregando a literatura e decidiu voltar pra igreja.

Renner está afastado da igreja há mais de 10 anos, mas ficou comovido ao ver os adventistas entregando a literatura e decidiu voltar pra igreja.

Em vários pontos do território, os livros presenteados foram acompanhados de uma ação criativa, a fim de chamar a atenção da população. Na capital paranaense, por exemplo, os alunos do Colégio Adventista Alto Boqueirão aproveitaram a temática das Olimpíadas deste ano, em que as pessoas torcem por sua pátria nas diferentes modalidades, para falar sobre um outro tipo de pátria. Para isso, objetos esportivos, cartazes e um golzinho fizeram parte do cenário criado em frente ao Zoológico da cidade. A intenção era que os visitantes fizessem um gol e a comemoração ficou por conta dos alunos. “Exista uma pátria principal que é o céu!. Viemos aqui para convidá-los a fazer um gol, comemorar junto com essa torcida, mas para essa pátria que é o lar celestial preparado para cada um de nós”, conta o diretor do colégio, Rodrigo França.

Em São José dos Pinhais, o Clube de Desbravadores Pinheiro esteve no centro da cidade se apresentando com a fanfarra, enquanto acontecia a distribuição de livros. O líder dos desbravadores no sul do Paraná, Eduardo Neto, marcou presença na ação e se surpreendeu com uma situação. Enquanto entregava o livro para as pessoas, Eduardo passou por uma barraquinha de doces e ouviu o vendedor cantando o hino dos desbravadores. O líder 73cbe901-8017-42ad-9049-51056f85ec08perguntou ao rapaz de onde ele conhecia essa música, e descobriu que ali se encontrava um ex-desbravador e líder jovem. “No momento que o Renner viu o meu lenço de desbravadores, aquilo tocou o coração dele. Ele disse que queria voltar para a igreja e sentiu que Deus nos enviou ali. Mais de dez anos que ele saiu da igreja. Pegamos o contato dele e vamos acompanhar o seu retorno”, declara.

Já na cidade de Paranaguá, litoral paranaense, os fiéis da igreja de Alexandra visitaram de bicicleta os moradores da região. Chamados de ciclistas da esperança, não apenas no Impacto, mas em outras atividades da igreja, os voluntários realizam o trabalho dessa forma.

Na igreja de Colônia Murici, os adventista presentearam a vizinhança não apenas com um exemplar do Esperança Viva, mas também com uma Feira de Saúde e outros atendimento de benefício à comunidade.

Os voluntários distribuíram DVDs que chamaram de ULC (A Última Luta de Cristo)

Os voluntários distribuíram DVDs que chamaram de ULC (A Última Luta de Cristo)

Os jovens do Curitiba Coral se uniram a outros coristas das igrejas do Portão e de Juvevê para impactar os espectadores que estiveram no UFC (Ultimate Fighting Championship) – campeonato de luta mundialmente conhecido, que aconteceu no estádio Joaquim Américo, em Curitiba. De madrugada, na saída do evento, os voluntários distribuíram DVDs do Grande Conflito personalizados com o nome de ULC (A Última Luta de Cristo).

No total, 210 mil exemplares foram distribuídos do território. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox