Notícias Adventistas

Setembro será marcado pelas Celebrações da Esperança

Organização do primeiro templo adventista sul-americano completará 125 anos. Entenda o calendário de comemorações.

Por Jefferson Paradello 20 de agosto de 2019

Setembro será um mês de múltiplas celebrações para a Igreja Adventista em oito países da América do Sul. Além do Batismo da Primavera e do Dia Mundial do Desbravador, em 2019 outros dois acontecimentos entram no calendário: os 125 da denominação em solo sul-americano e a Semana de Evangelismo, tradicionalmente realizada em novembro. 

Primavera para Jesus

Diferentemente dos anos anteriores, o Batismo da Primavera não ocorrerá apenas em uma única semana. Todo o mês de setembro será dedicado para que principalmente crianças, adolescentes e jovens demonstrem publicamente seu desejo de seguir a Cristo na “primavera da vida”.

 “Esse é o período em que eles fazem grandes escolhas na vida. Uma delas pode ser a de estar ao lado de Jesus”, sublinha o pastor Bruno Raso, vice-presidente da Igreja Adventista para o Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile, Equador, Bolívia, Peru e Argentina.

Realizado pela Igreja Adventista há quase 60 anos, o Batismo da Primavera já fez parte da vida de mais de um milhão de pessoas. 

Influência na comunidade

Muitas crianças e adolescentes que iniciam uma caminhada cristã nesse período de sua trajetória o fazem por influência do Clube de Desbravadores. É uma área que preza pelo desenvolvimento físico, mental e espiritual. A publicitária Priscile Aguiar Silvério tem 27 anos, 13 dos quais dedicados a esse ministério que foi fundamental para sua vida e desenvolvimento de seu caráter. Hoje ela está à frente do Clube Estrela da Alva, de Sorocaba, no interior paulista.

A cada ano, os participantes da agremiação tem dedicado uma semana para promover “silenciosamente” o que essa iniciativa representa. Eles saem para as suas atividades rotineiras, como trabalho, estudos e até para o supermercado, usando o lenço amarelo ao redor do pescoço, símbolo que caracteriza oficialmente um integrante. 

A iniciativa é conhecida como Semana do Lenço e envolve milhares de desbravadores. “É um momento de impacto, de visibilidade para o Clube, já que muitas pessoas ainda não o conhecem. É uma oportunidade de mostrar quem somos”, esclarece Priscile, que lembra que essa também é uma forma de apoiar a campanha Setembro Amarelo, destinada a prevenir o suicídio.

No ano passado, quando era empregada de um banco, ela usou o lenço durante todos os dias. Isso despertou a curiosidade de seus superiores e colegas. “Eu pude testemunhar um pouco do que nós fazemos. Isso é também uma oportunidade para levar pessoas para o Clube e, futuramente, para Jesus”, ressalta. 

Dos dias 8 a 14, os mais de 329 mil participantes que vivem da América do Sul terão a oportunidade de fazer o mesmo. E poderão comemorar juntos o Dia Mundial do Desbravador, que ocorrerá em 14 de setembro em cada templo adventista que possui um clube. Para encontrar o mais próximo de sua casa, visite: encontreumclube.com.br

Esperança que ultrapassa gerações

Mas nenhum desses dois projetos existiria não fosse um esforço iniciado no fim do século XIX. Vindos dos Estados Unidos, em 1890 chegavam à região de Entre Ríos quatro famílias que tiveram contato com a denominação em solo estadunidense e decidiram emigrar para a Argentina a fim de compartilhar o que haviam encontrado na Bíblia. 

Em 1894, uniu-se ao grupo o pastor Frank H. Westphal, que no dia 9 de setembro daquele ano organizou o primeiro templo adventista da América do Sul. “Com essa comemoração queremos reconhecer e relembrar que outros entregaram seu tempo, recursos e a vida para que tivéssemos esperança quanto ao retorno de Cristo”, enfatiza Raso. “Deus espera de nós a mesma dedicação que nossos pioneiros tiveram. Ele quer que continuemos esse trabalho e façamos a diferença.”

Para comemorar os 125 anos, a Igreja Adventista prepara uma série de celebrações, principalmente em solo argentino. Uma delas será a transmissão, ao vivo, de um culto de gratidão realizado no dia 20 de setembro em Crespo Campo, mesmo local onde os pioneiros estabeleceram a primária congregação abaixo da linha do Equador.  

Encontro marcado

A cada ano, a Igreja Adventista adota uma cidade ou país para realizar uma grande campanha evangelística. Em 2019, em comemoração aos 125 anos da chegada do adventismo ao país, diretores de sedes administrativas e entidades da denominação na América do Sul irão à Argentina para realizar a semana “A Maior Esperança”.

Lá, compartilharão mensagens com os membros e amigos que serão convidados a participar e conhecer mais sobre o amor de Cristo. Mas o programa, no entanto, não será restrito apenas à nação vizinha. De 21 a 28 de setembro todos os templos adventistas em outros sete países estarão com suas portas abertas. As reuniões serão conduzidas por pastores, líderes das congregações locais e evangelistas leigos. 

“Esse será um momento de decisão para muitas pessoas. Por isso, precisamos terminar a missão aqui iniciada por nossos pioneiros. E como podemos fazer isso? De maneira pessoal, dedicada, em oração, com amor, paixão e perseverança”, orienta Raso ao apontar a necessidade de ajudar outros a conhecer a Bíblia e a mensagem sobre a volta de Jesus.

Em 2019, os adventistas sul-americanos estão engajados para que 1 milhão de pessoas recebam estudos bíblicos e 250 mil demonstrem sua decisão de seguir a Cristo através do batismo. Entenda e saiba como contribuir. 

RESUMO – Celebrações da Esperança

  • Batismo da Primavera: Durante todo o mês de setembro;
  • Semana do Lenço: De 8 a 14; / Dia Mundial do Desbravador: 14;
  • 125 Anos da Igreja na América do Sul: Dia 20, com transmissão diretamente da Argentina;
  • Semana “A Maior Esperança”: De 21 a 28.

Para conhecer mais detalhes, visite: adv.st/celebracoesdeesperanca

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox