Notícias Adventistas

Quebrando o Silêncio em São Paulo tem apitos como arma contra a violência

A capital e cidades da Grande São Paulo foram alvo da distribuição de materiais informativos sobre a violência doméstica e o turismo sexual

10 de setembro de 2014
Distribuição de revista no bairro Cohab José Bonifácio, em São Paulo

Distribuição de revista no bairro Cohab José Bonifácio, em São Paulo

São Paulo, SP… [ASN] Mais de duas mil pessoas se mobilizaram em São Paulo e em cidades da Grande São Paulo para participar de ações da campanha Quebrando o Silêncio. Foram oito iniciativas na capital paulistana, somadas às ações que aconteceram em Caieiras e Franco da Rocha. Estas duas cidades contaram com a participação dos membros do distrito de Freguesia do Ó, que deixaram a capital para fortalecer as ações lá.

Para atrair a atenção foram utilizados 1200 balões de ar, com o tema da campanha impresso, além de 1500 apitos simbolizando a quebra do silêncio que dá tema a campanha. Se manter calado é o fator principal para que muitos casos aconteçam sem denúncia.

Doze mil folhetos contendo orientações para o público adulto foram distribuídos, além de cinco mil revistas. Já as crianças, que também são alvo da campanha, foram alcançadas através de materiais com linguagem própria, que utilizam histórias em quadrinhos para ensinar os canais de denúncia. Foram quatro mil revistas e dois mil folhetos para o público infantil.

No bairro de Itaquera, os desbravadores também saíram as ruas para distribuir folhetos e revistas

No bairro de Itaquera, os desbravadores também saíram as ruas para distribuir folhetos e revistas

Pontos movimentados de São Paulo

O Vale do Anhangabaú e a Praça da Sé, que são pontos de grande movimentação de pessoas no centro de São Paulo, foram dois dos oito locais que tiveram atividades concentradas da campanha. Sempre com materiais, os membros das igrejas abordavam as pessoas para explicar o motivo da ação.

Algumas igrejas reservaram momentos do culto para que todos os membros pudessem participar.

Nas principais vias

A cidade de Franco da Rocha, onde moram cerca de 140 mil pessoas, foi palco de uma passeata que passou pelas principais vias da cidade. Com apoio dos desbravadores, os manifestantes foram acompanhados da fanfarra, chamando a atenção de quem estava em casa ou mesmo em pontos do comércio para o assunto que envolve toda a sociedade.

[Equipe ASN, Associação Paulista Leste]

 

 

 

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox