Notícias Adventistas

Profissionais da saúde assistem a Semana Santa de forma virtual

Técnicas em enfermagem, que atendem pacientes com covid-19 e em fase de recuperação, dedicaram o intervalo do plantão para renovar a fé e a esperança de dias melhores

Por Renata Paes 7 de abril de 2021

No foto do centro, de branco, a técnica de enfermagem Janaína, acompanhando a Semana Santa Restaurados em Cristo pelo celular. Ao lado esquerdo e direito, ela está com as amigas de plantão, que foram convidadas a assistir o programa (Foto: Arquivo pessoal)

Entre o intervalo das medicações dos pacientes com covid-19, a técnica em enfermagem Janaína de Cássia de Santos Oliveira, de 40 anos, pegava o celular do bolso para acompanhar a Semana Santa “Restaurados em Cristo”.

A programação foi transmitida de Belo Horizonte de 27 de março a 3 de abril, e contou com a participação do Quarteto Arautos do Rei e do pastor Luís Gonçalves, evangelista da Igreja Adventista para oito países sul-americanos.

Leia também:

No primeiro dia, Janaína assistiu sozinha. Já no segundo, decidiu compartilhar fé e esperança ao convidar as amigas Nelma Rodrigues, Lilian de Brito, Sinear Silva, Vânia Paes, lyandra de Oliveira e Rafiza Silva, que também estavam de plantão.

Eu dizia para darem a medicação aos pacientes no horário certinho e quando algum deles chamava, a gente orava, para que ninguém perdesse a mensagem”, conta ela.

Para a profissional da saúde, as mensagens da palavra de Deus trouxeram paz ao coração.

O pastor Luís falou sobre a videira, que ela precisa dar fruto. Eu entendo que nosso testemunho tem que falar mais alto. Temos que fazer a diferença onde quer que estivermos. A gente precisa apresentar para as pessoas que Jesus vai voltar e vai acabar com a dor, [com] o choro e todo sofrimento”, pontua ela.

Profissão de amor

Sabe-se que os profissionais da saúde estão na linha de frente do combate à covid-19. Com Janaína não é diferente. Além de combater o vírus, a profissional tem como missão combater a solidão dos pacientes internados, que não podem receber visitas familiares.

Para trazer alegria ao ambiente, ela chega ao trabalho cantando. E, segundo ela, os pacientes já a reconhecem pela voz e músicas.

Eu gosto muito de cantar aquela música que diz assim: ‘Deixa eu segurar sua mão, levá-lo a Canaã, e Deus o guiará ao novo lar’. Com essa música eu vou me aproximando dos pacientes. Eles ficam mais receptíveis para receber uma oração. Quando vou passar a última medicação da dia, para não acordá-los de madrugada, pergunto se podemos orar antes”, conta.

Mensagem de carinho enviada por uma das pacientes da técnica em enfermagem. (Foto: Arquivo pessoal)

Mensagem virtual, cuidado real

Devido à segunda onda do novo coronavírus no Brasil, a Igreja Adventista em Belo Horizonte e Região Metropolitana montou uma nova estrutura de transmissão de culto na sede de seu escritório, localizado no bairro Jardim Atlântico, capital mineira.

Para que não ocorressem aglomerações no próprio estúdio de transmissão, o pastor e cantores convidados se conectaram online, diretamente de São Paulo e Brasília.

Neste momento de pandemia, em que não podemos nos reunir presencialmente, queremos manter o contato com os fiéis, virtualmente, ajudando na saúde emocional e espiritual. Passamos por um momento difícil e acreditamos que a fé pode ser uma aliada no processo de cura e alívio de sofrimento”, reforça o presidente da Igreja Adventista para a região Central de Minas Gerais, pastor José Marcos de Oliveira.

Cerca de 6 mil famílias conectaram-se ao Facebook e Youtube Adventistas Uai em cada uma das oito programações da Semana Santa. Se em cada lar pelo menos três pessoas assistiram, as mensagens alcançaram em torno de 144 mil pessoas.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox