Notícias Adventistas

No Dia dos Namorados, casais doam sangue e celebram o amor ao próximo

Ação “Doar sangue é uma prova de amor!” foi uma iniciativa em alusão ao Dia Mundial do Doador, celebrado em 14 de junho

Por Luciana Santana Diniz 14 de junho de 2021

Brenda e Júnior doaram sangue pela primeira vez no Dia dos Namorados. (Foto: Colaboração)

O Dia dos Namorados foi bem diferente para a Brenda Silva e Júnior Dias, que namoram há quase 2 anos. O casal decidiu doar sangue no dia 12 de junho por incentivo da campanha lançada pelo Ministério Jovem da Igreja Adventista Central de Aracaju, em Sergipe. Com o tema “Doar sangue é uma prova de amor!”, a ação de amor ao próximo envolveu casais, solteiros e ajudou em média 60 pessoas que estão nos leitos dos hospitais.

“Sempre tive vontade de doar sangue com o meu namorado. Há algum tempo, já comentava com o Júnior, e enfim tivemos essa experiência linda de celebrar o nosso amor ajudando outras pessoas no Dia dos Namorados”, destaca Brenda.

Leia também:

Para Júnior Dias, namorado de Brenda, o dia foi especial em dose dupla. “Estávamos comemorando o Dia dos Namorado e ajudando aos que precisam de sangue no sábado do Senhor. Foi uma experiência única, espiritual e social, que com certeza se repetirá outras vezes”, enfatiza.

Mas não foram apenas os casais que participaram dessa onda do bem e de amor no dia 12 de junho. Segundo Joana Sales, de 18 anos, “todo dia é dia de demonstrar amor ao próximo, estando acompanhada ou não. A doação é rápida e indolor, super indico!”.

A campanha aconteceu em alusão ao Dia do Doador, que é hoje, 14 de junho. Em toda América do Sul, os jovens adventistas foram motivados a doar sangue através do projeto Vida por Vidas. De acordo com o diretor do Ministério Jovem para o Estado de Sergipe, Denill Souza, “ações como estas estão acontecendo em toda a América do Sul em celebração do Dia do Doador e em Sergipe não está sendo diferente. Nossa missão nesta Terra é ajudar o próximo e demonstrar o nosso amor em ações também”, enfatiza.

Joana, de 18 anos, nunca havia participado de uma campanha de doação (Foto: colaboração).

Segunda a diretora jovem da Central de Aracaju, Mydian Moura, a ação seguiu todas as medidas de segurança protetivas em combate à covid-19. “Ajudar ao próximo foi uma iniciativa linda dos nossos jovens, mas tudo com responsabilidade e mantendo as medidas de segurança da Organização Mundial da Saúde (OMS). Não havia melhor forma de celebrar o amor, seja solteiro ou namorado, ajudando os que estão hospitalizados”, finaliza.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox