Notícias Adventistas

Mulheres são maioria na Igreja Adventista no estado paulista

No estado de São Paulo, assim como em outras regiões, as mulheres são maioria entre os fiéis. Dos 275 mil adventistas paulistas, 57,8% são mulheres.

Por Jhenifer Costa 3 de junho de 2019

Evento no sul do estado paulista reúne 500 mulheres em função da data especial.

No dia primeiro de junho foi comemorado o Sábado Missionário da Mulher Adventista em toda a América do Sul. O objetivo da data é reforçar a importância do papel da mulher na propagação da mensagem adventista. No estado de São Paulo, assim como em outras regiões, as mulheres são maioria entre os fiéis. Dos 275 mil adventistas paulistas, 57,8% são mulheres.

Leia também:

Liderança feminina

Além de colaborarem em quase todos os departamentos de uma igreja local, as mulheres estão desempenhando cada vez mais papéis na liderança. O líder da Igreja Adventista no território paulista (União Central Brasileira), pastor Domingos Sousa, afirma que as mulheres são fundamentais para o avanço da Igreja: “Elas são a nossa força motriz. Estão sempre engajadas, motivadas, são amáveis e comprometidas. Não é preciso provar que as mulheres são essenciais na pregação do evangelho.”

A dona de casa Antonieta Soares é um exemplo. Adventista há 20 anos, ela já influenciou 312 pessoas ao batismo. Sua atuação se dá nos bastidores da Igreja. Sempre com a Bíblia na mão, por onde anda, Antonieta é conhecida como a mulher da Bíblia. No seu bairro, não há quem não a conheça.

Desde que se tornou adventista, Antonieta ajuda em todos os departamentos da Igreja. Além disso, ela é líder de um Pequeno Grupo que funciona na garagem de sua casa, em Itanhaém, região sul do estado. “Minha casa está de portas abertas para receber pessoas e falar de Jesus, mas se elas não vêm até mim, então, vou até elas”, conta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A enfermeira Raquel de Souza Rodrigues é outro exemplo. Adventista há pouco mais de 23 anos, ela está sempre envolvida nos projetos de sua Igreja, em Cidade Dutra-SP. Mas o que ela gosta mesmo de fazer é falar sobre Jesus. Raquel afirma que já estudou a Bíblia com mais de 500 pessoas ao longo de sua trajetória cristã. “Como mulher e como cristã, sinto-me apenas um instrumento nas mãos de Deus. Essa é a minha missão enquanto eu viver”, complementa.

Data especial

O Sábado Missionário da Mulher Adventista é um lembrete do trabalho que é constante, mas também um incentivo para àquelas fiéis que ainda não deram o primeiro passo.

Durante o evento, a líder Telma Brenha desafiou as participantes a pregar a mensagem adventista através do projeto Saiba Mais.

Na região do Vale do Paraíba (Associação Paulista do Vale), 500 mulheres participaram de um evento promovido pela liderança feminina local. As participantes foram desafiadas a participarem do projeto Ester, cujo objetivo é incentivá-las a transformarem suas casas em pontos de pregação e de estudo da Bíblia.

Na ocasião, estava presente a líder das mulheres paulistas, a educadora Telma Brenha.  Como líder, Telma deseja desenvolver o senso de missão nas mulheres paulistas, “para que cada uma, segundo seus dons e talentos, possa fazer o máximo para a obra do Senhor”, finaliza.

Outras ações envolvendo a data especial aconteceram do interior à capital. Acompanhe os detalhe no Twitter @adventistassp.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox