Notícias Adventistas

Mato Grosso ganha Dia Estadual do Quebrando o Silêncio

Projeto de lei da Assembleia Legislativa tem o objetivo de combater a violência e o abuso sexual infantil. Inspiração foi no Quebrando o Silêncio.

Por Dayane Nascimento 26 de agosto de 2019

Deputado Wilson Santos, autor do projeto de lei que institui o Dia Estadual do Quebrando o Silêncio (Foto: Karen Malagoli/ALMT)

O quarto sábado do mês de agosto agora é o Dia do Quebrando o Silêncio em Mato Grosso. O Projeto de Lei nº 830/2019, do deputado Wilson Santos, inclui a data no calendário de Eventos Oficiais do Estado. Assim, as atividades poderão ocorrer por meio de ações do poder público em conjunto com a sociedade civil. A criação do Dia Estadual do Quebrando o Silêncio tem como objetivos divulgar informações sobre violência doméstica a toda a população. Além de conscientizar mulheres, crianças e adolescentes sobre seus direitos e formas de denúncia, combatendo, desta forma, a violência doméstica através da difusão de conhecimento e atividades de conscientização.

“Esta é uma forma de propiciar o debate sobre um assunto que, muitas vezes, é negligenciado. Visamos oferecer políticas públicas eficientes que combatam a violência, especialmente a praticada contra crianças e adolescentes”, destaca o deputado Wilson Santos, referindo-se ao tema do projeto Quebrando o Silêncio para 2019 que trata do abuso sexual infantil.

Para Regená Baptista, coordenadora do projeto em Mato Grosso, o Dia Estadual do Quebrando o Silêncio é uma conquista. “Esta proposta vai fortalecer ainda mais as iniciativas que já acontecem em várias cidades do Estado”, pontua.

Em Cuiabá, o 1º Simpósio Quebrando o Silêncio, realizado na quinta-feira (22.08), marcou a as ações do projeto no Estado. Cerca de 300 pessoas, entre pais, autoridades, educadores, assistentes sociais e psicólogos, participaram do evento.

Ações em cidades de Mato Grosso

O último sábado, 24, dia de maior ênfase do projeto Quebrando o Silêncio na América do Sul, foi movimentado em vários lugares do Estado. As congregações adventistas das cidades de Confresa, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Rondonópolis (Parque Universitário) e Querência tiveram atividades especiais. Além da Igreja Adventista Central e CPA 3 (em Cuiabá), e das congregações dos bairros Jardim Vitória, Marajoara e Vila Arthur (em Várzea Grande, região metropolitana da Capital), realizaram um culto especial na manhã de sábado, com o tema do projeto.

Palestra realizada na Escola Estadual Luiz Dias Paes Leme, em Aragarças (GO) [Foto: Divulgação]

Aragarças (GO), distrito de Barra do Garças (MT) 

Na sexta-feira, 23, o pastor Everaldo de Souza Oliveira fez palestras na Escola Estadual Luiz Dias Paes Leme, para as turmas do 6º ao 9º, com o tema A volta por cima. No sábado (24.08), à tarde, voluntários promoveram a Feira Vida e Saúde, bazar para doação de roupas, Cantinho de Oração e o Cantinho Pedagógico, que explicou sobre o projeto Quebrando o Silêncio.

Barra do Bugres
Quem passou pela Lagoa Azul, no sábado à tarde, recebeu as revistas do Quebrando o Silêncio. As pessoas também foram convidadas para um breve momento de oração.

Barra do Garças
No sábado à tarde, voluntários promoveram um pitstop com entrega de água, ‘abraços grátis’, entrega de brinquedos para as crianças e de materiais do projeto Quebrando o Silêncio.

Encenação sobre violência no bairro Jardim Imperial, em Cáceres [Foto: Divulgação]

Cáceres
Por meio de uma encenação, voluntários da Igreja do bairro Vila Real, conscientizaram a população local da importância do combate à violência e ao abuso.

CPA 4 (Cuiabá)
No bairro CPA 4, em Cuiabá, a igreja, junto com o clube de Aventureiros, entregou materiais do projeto e usou cartazes com frases de impacto.

Cristo Rei (Várzea Grande)
Uma passeata de conscientização foi promovida, no sábado à tarde, em parceria com o Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Secretaria de Ação Social, Aventureiros e Desbravadores. Cerca de 180 pessoas participaram.

Guarantã do Norte
Cartazes de conscientização deram o tom da passeata promovida no centro da cidade. A programação também contou com o apoio do clube de Desbravadores e o projeto MEL.

Jardim Imperial (Cuiabá)
A igreja do bairro, também da Capital, entregou materiais e promoveu uma passeata, em parceria com o clube de Aventureiros e o projeto MEL.

Jardim Paula 2 (Várzea Grande)
A igreja também realizou uma passeata, com a participação de cerca de 250 pessoas, e entregou materiais, junto com os clubes de Desbravadores e Aventureiros.

Lucas do Rio Verde
A igreja local antecipou as ações do projeto Quebrando o Silêncio. No sábado, dia 17.08, promoveu um musical com o grupo Projeto de Louvor MT e a Feira Vida e Saúde, na Praça dos Bandeirantes.

Palestra e apresentações para convidados, na Praça da Bíblia, em Matupá [Foto: Divulgação]

Matupá 
No sábado à noite, a psicóloga Antônia Celes Lima do Nascimento palestrou para convidados, na Praça da Bíblia.

Morada do Ouro (Cuiabá)
A igreja do bairro Morada do Ouro entregou materiais do projeto no Parque da Nascente.

Nobres
Além da passeata, voluntários fizeram a entrega do material do projeto.

Nova Canaã do Norte
Voluntários da igreja local entregaram de casa em casa as revistas e panfletos do projeto Quebrando o Silêncio.

Nova Maringá
Voluntários usaram cartazes para chamar a atenção e entregar o material do projeto.

Nova Xavantina
Em parceria com o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura Municipal, a igreja local realizou uma passeata, com entrega de materiais educativos.

Cerca de 200 pessoas participaram da passeata de conscientização, em Peixoto de Azevedo [Foto: Divulgação]

Peixoto de Azevedo
Cerca de 200 pessoas participaram da passeata de conscientização.

São Gonçalo (Cuiabá)
Em uma praça do bairro, na Capital, voluntários da área da saúde aferiram pressão e entregaram material do projeto Quebrando o Silêncio.

São José dos Quatro Marcos
Com a participação do clube de Aventureiros, voluntários entregaram materiais do projeto no semáforo.

Sinop
O Colégio Adventista, Desbravadores e Aventureiros, faculdades privadas, Agentes Mirins de Trânsito e Moto Clube Adventista se uniram para impactar as pessoas e o comércio local. Cerca de 500 pessoas participaram.

(Com colaboração de voluntários e diretores de Comunicação das igrejas locais: Afonso Henrique; Ângela; Ana Paula Rosa Gouvêa; Carlos José de Campos; Carlos Roberto; Dirce Maria Alves; Elias Martins; Elizabete Francisca da Silva Campo; Enilda Ferreira; Evanise Neves; Gilberto Rabelo; Gilmar da Cruz; Gilziane Soares; João Batista da Silva Raimundo; João Miguel Moreira; João Neves; Julyeine Monike; Júnior da Silva Gama; Kariny Ribeiro; Maria Aparecida S. S. Andrade; Mirian Gerônimo da Silva; Nelson Faria; Odete; Paulo Alexandre Sodré da Costa; Rithieli Soares Laudete de Abreu; Wilma Aparecida; Zilma Albuquerque Colina)

Confira outras imagens das ações pelo Estado

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox