Notícias Adventistas

Manaus é reconhecida como a capital mundial dos Desbravadores

Monumento foi estabelecido na capital para marcar contribuição que os 342 clubes têm dado à comunidade.

Por Luciana Santana Diniz 18 de setembro de 2019

Momento da inauguração do marco comemorativo para os desbravadores na Ponta negra, em Manaus. (foto: Henrique Rodrigues)

Esther Cruz é líder de desbravadores de um clube na zona leste de Manaus e se dedica a este ministério há 16 anos. Foi em um dia corriqueiro que uma notícia a surpreendeu enquanto estava no trabalho: a casa em que morava há 15 anos pegou fogo. Ela perdeu tudo. Mas uma ação voluntária dos desbravadores que ela tanto incentivou a fazer o bem ao próximo começou a mudar o cenário de sua própria vida.

Dessa vez, as ações voluntárias espontâneas foram para reformar sua moradia. Histórias como essa representam a disposição desses meninos e meninas em servir a comunidade. Por isso, como reconhecimento às ações sociais constantes à sociedade, a Prefeitura Municipal de Manaus fixou um monumento na Praia da Ponta Negra no Dia Mundial dos Desbravadores, 14 de setembro.

Leia também:

Além disso, uma programação de celebração foi realizada à tarde, no anfiteatro, onde Manaus foi intitulada como a capital mundial dos Desbravadores. No local, o pastor Luís Gonçalves, evangelista da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, participou do Batismo da Primavera às margens do rio negro.

O triângulo dos desbravadores no relógio solar, monumento fixado no cartão postal de Manaus, marca a cidade como a capital mundial dos Desbravadores. (Foto: Henrique Rodrigues)

O monumento em homenagem aos serviços sociais prestados à comunidade é o triângulo dos Desbravadores e um relógio solar. Segundo o líder da agremiação para a região noroeste, pastor Anderson Carneiro, este reconhecimento serve de motivação para quem integra o Clube. “Com certeza significa muito e os motiva a continuarem sendo úteis à sociedade de forma genuína e feliz. Além do que todos os que passarem neste ponto turístico conhecido mundialmente, a praia da Ponta Negra, saberão quem são os desbravadores”, coloca.

A secretária municipal de Assistência Social, Cidadania e da Mulher, Conceição Sampaio, compareceu à solenidade e reforçou a importância das crianças e dos adolescentes incentivarem outros a ajudarem o próximo. “É uma honra reconhecer com este monumento um grupo que evangeliza e ajuda a comunidade, afinal, esse é o nosso papel! A gente sabe que a juventude é a porta para um novo mundo e uma realidade melhor, e o Clube de Desbravadores prega isso.  Apoiá-los é fundamental!”, ressalta.

Manaus possui mais de 300 clubes de desbravadores, praticamente um pra cada bairro da cidade. (Foto: Dhyeizo Lemos)

Em oito países do território sul-americano (Brasil, Argentina, Bolívia, Uruguai, Equador, Chile e Paraguai) existem mais de 12 mil clubes de Desbravadores. Manaus alcança a marca de 342 deles, reconhecida pela Igreja Adventista no mundo como a capital mundial dos desbravadores. Segundo o líder de Desbravadores para a América do Sul, pastor Udolcy Zukowski, não há lugar em todo o planeta que ultrapasse essa quantidade. “A força em Manaus é impressionante. Temos praticamente um clube em cada bairro da cidade. Por isso, neste dia especial, estamos trazendo o título”, pontua.

Semana do Lenço

Durante a solenidade no anfiteatro da Ponta Negra, Pérolla Cerdeira, de 10 anos, foi condecorada como desbravadora relevante. Compreendendo a importância e o significado do uniforme dos desbravadores, com a sua mãe, ela solicitou a permissão da direção da Escola Militar onde estuda para usar o lenço amarelo durante toda a Semana do Lenço, que ocorreu de 8 a 14 de setembro, com o seu fardamento militar.

Pérola Cerdeira foi condecorada durante programa em Manaus. (Foto: Fernando Borges)

A iniciativa chamou a atenção de seus professores e colegas de classe. Por conta disso, foi convidada para explicar em sala de aula o significado do lenço. “Estou muito feliz em ser condecorada como desbravadora relevante! Não tive receio de ir com o meu lenço durante as aulas nesta semana. Foi um lindo testemunho, pois através disso, muitos colegas meus conheceram o Clube de Desbravadores e poderão ser tornar, quem sabe, desbravadores, assim como eu”, declara feliz.

Batismo da Primavera

Foi em meio ao contraste da cidade e da natureza que muitas pessoas aceitaram a Jesus no cenário da praia da Ponta Negra. A Celebração também encerrou a Caravana “A Maior Esperança”, com o pastor Luís Gonçalves, que aconteceu durante toda a semana, totalizando 2.056 batismos.

O Rio Negro se tornou um imenso tanque batismal. (Foto: Fernando Borges)

De acordo com o presidente da Igreja Adventista na região noroeste, pastor Gilmar Zahn, esse movimento reflete engajamento e integração. “Toda essa celebração só foi possível porque os ministérios da Igreja trabalham unidos. É uma alegria para todos nós, pastores, e para todos estes que tomaram essa decisão”, esclarece.

Raquel Aguiar é desbravadora e depois de tantas homenagens e reconhecimentos a esse ministério que ela faz parte, entregou sua vida a Cristo junto a outros familiares. “Hoje estou muito feliz, pois tem tempo que me preparo para este momento. Selar este compromisso no Dia Mundial dos Desbravadores é muito significativo para mim, e ao lado das minhas primas, que também iniciam uma nova vida com Cristo”, conta.

Y’Y’ foi batizada com membros de sua comunidade (Foto: Fernando Borges)

A adolescente Y’Y’ faz parte da comunidade indígena Inhaã-bée. Ela demonstrou sua alegria durante o encontro à beira do rio. “A partir de hoje eu sou de Deus, e por isso, estou muito alegre”, finaliza sorridente.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox