Notícias Adventistas

Adventistas realizam Semana Santa em locais inusitados no leste do RS

Ações evangelísticas movimentam casas particulares e espaços públicos

12 de abril de 2017

Porto Alegre, RS… [ASN] Em um lugar improvável foi que os adventistas da igreja central de Guaíba enxergaram potencial para organizar as programações de Semana Santa.  Neste ano, o grupo obteve a liberação da Prefeitura para realizar as pregações da Páscoa em um espaço público no centro de Porto Alegre, na Escadaria 14 de Outubro. O ambiente que conta com iluminação e bancos, se destaca pelos seus 147 degraus. E são neles, que parte do público se acomoda para ouvir os temas que focam no resgate de Jesus, quando deu a vida para salvar o homem. “Toda igreja deveria sair de seus locais rotineiros para alcançar mais pessoas nessa data. Isso favorece a pregação do evangelho e colabora no propósito de servir ainda mais”, opina o pastor Elton.

Segundo Régis Dorneles, líder jovem da igreja, iniciativas como essa contribui para a união do grupo, além de trazer motivação para organizar outras atividades. “A ação ajuda a igreja a ser mais conhecida na região e dá condições de se tornar mais relevante na comunidade ao realizar tais integrações”, comenta.

Pontos de pregação

Em Taquara a oficina se transformou em igreja durante a Páscoa

Em Taquara, os fiéis também se reuniram em pequenos grupos para esta semana especial.  Os encontros no bairro Santa Rosa por exemplo, já atraíram 39 amigos convidados. Ali, os adventistas se engajaram em diferentes abordagens para o tema em questão. “No sábado (8), os bombeiros apoiaram nossa iniciativa e palestraram a respeito de resgate, já que essa é a temática da Semana Santa deste ano. Após esses esforços já há novos lares esperando para mais estudos bíblicos”, comemora Tânia Mendel, secretária da igreja local.

Também em Taquara, o mecânico Leonardo Cruz abriu as portas das suas propriedades para falar de Jesus aos amigos. Os adultos assistem a programação em sua oficina, enquanto em sua casa, as crianças participam de um pequeno grupo especialmente para elas. “Quando as pessoas testemunham das bênçãos de Deus e nós ouvimos, essas histórias ajudam nossa fé. Sentimos que fomos usados pelo Senhor nesses dias para ajudar os participantes e esperamos continuar atendendo os adultos e as crianças”, diz Leonardo.

Já na igreja da Campestre, o líder leigo Ricardo dos Santos, foi desafiado para realizar reuniões fora da igreja e não ficou parado. Procurou entre os amigos e vizinhos alguém que não fosse frequentador da igreja. “Encontramos uma família alemã disposta a abrir suas portas para os irmãos, e após as reuniões, todos dessa família aceitaram o convite e têm vindo até a igreja. O pequeno grupo permanecerá nessa casa para a continuidade dos estudos da Bíblia”, explica Ricardo.  [Equipe ASN, Eduardo Teixeira]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox