Notícias Adventistas

IASD Coreana recebe 3° Seminário de “Educação e Língua Coreana”

A digital influencer Angélica Moreno, criadora do canal Pandangelica, participou neste domingo, dia 22 de abril, do 3° seminário de "Educação e Língua Coreana” na IASD Coreana do Brasil, no Bom Retiro, em São Paulo.

23 de abril de 2018

Angélica Moreno, dona e criadora do canal Pandaangélica; Pr. Seung Ryong Ma, pastor sênior da Comunidade Coreana no Brasil; e Pr. Won Young Bong, diretor do Centro de Intercâmbio Internacional da Universidade de Sahmyook. Foto: Silas Conceição/ Arquivo Pessoal

São Paulo, SP [ASN]A digital influencer Angélica Moreno, criadora do canal Pandangelica, participou neste domingo, dia 22 de abril, do 3° seminário de “Educação e Língua Coreana” na IASD Coreana do Brasil, no Bom Retiro, em São Paulo. A YouTuber tratou de assuntos voltados diretamente a Coreia do Sul, como a cultura e experiências vividas como estudante internacional no país ocidental. Angélica é atualmente uma das mais importantes digital influencer brasileira sobre o tema, com 57 vídeos disponíveis e 296.301 inscritos em seu canal no YouTube.

O segundo palestrante foi Bruno Kim, membro-fundador da ONG “Inovar Educação”. Este abordou assuntos relacionados à chamada “Cultura Hallyu”, e sobre a Língua Coreana no Brasil. O Hallyu, segundo o administrador, foi impulsionada pela disseminação dos dramas coreanos (conhecidos como K-dramas) através da internet e, posteriormente, devido ao fenômeno global do pop coreano, conhecido como K-pop, através de videoclipes no YouTube.

Interessados sobre a educação e vida na Coreia assistem palestra na IASD Coreana no Bom Retiro, em São Paulo. Foto: Pr. Won Young Bong/ Arquivo Pessoal

“Muitas pessoas, devido a cultura Hallyu ficaram interessadas na educação coreana, na língua e nas suas características. Eu sinto essa proximidade dos fãs do Hallyu porque, de certa maneira, eles são nossos amigos que entendem a gente ou querem entender. Temos visto muitos não coreanos frequentando restaurantes e cafés coreanos, bem como fazendo cursos da língua. Isso para nós é fantástico”, afirmou Kim. Durante a palestra realizada em São Paulo.O terceiro e último discursista foi o professor e pastor Won Young Bong, da Universidade de Sahmyook, em Seul, capital da Coreia do Sul. Bong também é o diretor do Centro de Intercâmbio Internacional da Universidade, e tratou de temas à respeito da vida coreana dos estudantes estrangeiros da universidade, bem como os trâmites para interessados em cursar na Universidade.

Com entrada gratuita, foram pedidos doações de 2kg de alimento não perecível mediante uma inscrição antecipada para cada participante. Todos os alimentos foram doados para a ADRA Brasil. Os 150 lugares disponíveis foram preenchidos em algumas horas.

Para o Pr. Seung Ryong Ma, pastor sênior da Comunidade Coreana desde 2012, o Brasil atualmente “está muito fascinado pelo o Kpop e o Kdrama, e, aproveitando esta afeição pelo pela cultura coreana, o professor Bong veio para promover e colher estudantes interessados a aprender a língua, sobretudo os estudantes que não são membros da Igreja Adventista. Pessoalmente, eu achei incrível este evento, pois, ao mesmo tempo que foi uma divulgação da nossa Igreja aqui no Bom Retiro, foi uma ótima interação entre brasileiros e coreanos. O evento também possibilitou ajudar o Adra. Isso foi muito bom” [Equipe ASN – Texto enviado pela colaboradora Shelse Alves]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox