Notícias Adventistas

Desbravadores participam de Desfile Cívico e 12ª Primavera dos Museus

Após evento de comemoração aos 434 anos do bairro Ipiranga, desbravadores conheceram o Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo

25 de setembro de 2018

Por Vanessa Moraes

Desbravadores compuseram maior pelotão do desfile, com cerca de 500 participantes (Foto: Ricardo Takaki)

No último domingo (23), oito Clubes de Desbravadores da Associação Paulista Leste foram convidados para participar do tradicional Desfile Cívico em comemoração aos 434 anos do bairro Ipiranga, na região Sul da capital paulista. Clubes de outros escritórios da Igreja Adventista do Sétimo Dia do Estado também estiveram presentes. Das quatro mil pessoas que desfilaram, representando dezenas de instituições, o maior pelotão foi composto pelos desbravadores, que somaram 500 participantes. O evento ocorreu próximo ao Mercado Municipal do Ipiranga.

À tarde, quatro clubes visitaram a 12ª Primavera dos Museus. Lá, 85 desbravadores conheceram o Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo, que normalmente abre apenas duas vezes ao ano: na Virada Cultural e na Primavera de Museus. A desbravadora Amanda Xavier, de 16 anos, aprovou a visita. “Aprendi não somente sobre o Palácio da Justiça, mas um pouco mais sobre São Paulo. Gostei das pilastras que vieram de Itu, da arquitetura e de pequenos detalhes, como as portas escondidas, as paredes grossas, os vitrais e as pinturas. Foi muito interessante!”, conta.

Cerca de 85 desbravadores visitam 12ª Primavera dos Museus, em São Paulo (Foto: Anderson Dino)

Ricardo Takaki, líder regional de desbravadores, acompanhou o grupo e afirma que a visita foi propícia para cumprir um requisito do Ranking da Associação Paulista Leste (uma espécie de disputa que traz diretrizes sobre as atividades que os Clubes de Desbravadores devem realizar durante o ano) e do Campori da Divisão Sul-Americana, que acontecerá em janeiro de 2019. “Além disso, nessa visita, os desbravadores tiveram contato com o ambiente Jurídico do Poder Judiciário. Ao visitar o Palácio da Justiça, eles viram como funcionam os julgamentos, Tribunal do Júri, Plenário, o significado da vara e da toga e aprenderam um pouco sobre a linguagem jurídica”, acrescenta. Takaki ainda comenta que no final da visita o grupo fez uma reflexão sobre cidadania.

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox