Notícias Adventistas

Vida por Vidas em Manaus tem doador homenageado e grande mutirão de coleta no “Junho Vermelho”

Sebastião Maia, de 61 anos, é o terceiro maior doador de sangue do Amazonas e registrou 121 doações no último mutirão do Vida por Vidas, que teve 334 doações em um só dia

Por Tatiane Lopes 14 de junho de 2021

Sebastião Maia, o terceiro a doar mais sangue no Amazonas, foi homenageado na Câmara Municipal de Manaus por ser um fiel doador. (Foto: Rafael Marques)

Sebastião Maia, Sabá como gosta de ser chamado, tem 61 anos e encontrou na doação de sangue um meio de exercer o amor na prática. O manauara, adventista há 42 anos, conta que foi bem jovem que começou esta prática.

“Eu tinha por volta de 20 anos e minha irmã precisou fazer uma cirurgia de urgência quando me foi solicitado que doasse sangue, o que eu fiz pela primeira vez. Naquela época não havia muitas informações sobre doação, e as poucas que haviam não eram coisas boas”, explica Sabá.

 

Ranking Solidário

 

O gosto por ajudar o próximo foi tomando força e ele não parou mais de doar sangue. Há 30 anos fez sua carteirinha de doador pelo Hospital de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas, Hemoam, e no último sábado, 12, na campanha Vida por Vidas, registrou 121 doações.

 

“Todos aqui já conhecem seu Sebastião. Ele vem 4 vezes ao ano doar sangue e pra nós ele é um exemplo a ser seguido, pois suas doações são constantes e isso favorece nosso banco de sangue”, conta a assistente social do Hemoan, Noemy Priantes.

 

No ranking do Amazonas, seu Sebastião é terceiro maior doador. Isso já lhe rendeu algumas homenagens, inclusive hoje, 14, dia mundial do doador de sangue, ele foi convidado para representar o Hemoam na Câmara Municipal de Manaus.

Com 121 registros de doações, Sabá já doou 55 litros de sangue e ajudou a salvar mais de 480 vidas. (Foto: Roberto Junior)

Influência Positiva

 

Desde que seus filhos eram pequenos o viam saindo para doar sangue, e quando adolescentes, por várias vezes os levou.

 

“Meu pai fazia questão que a gente visse de perto os benefícios de ser solidário. Tenho em minha vida a influência direta dele na doação de sangue”, conta seu filho, Levi Maia, que aos 36 anos já tem 35 doações registradas e hoje influencia seus amigos a doarem também.

 

Vida por Vidas

 

A campanha Vida por Vidas costumeiramente tem força na Páscoa e arrecada em média 5 mil bolsas anualmente no Amazonas. Porém, em 2021 ela ganhou força desde janeiro e agora no mês de junho uma ênfase especial.

 

“Quando o Hemoam nos contou que os estoques de sangue estavam baixos porque as pessoas estavam com medo de sair de casa por conta da pandemia, com todos os cuidados nós organizamos equipes de doações”, explica o coordenado do Vida por Vidas na região noroeste do Brasil, pastor Anderson carneiro.

 

O mês de junho é conhecido como ‘Junho Vermelho’ por ter no dia 14 a comemoração do dia mundial do doador de sangue. Por isso, o Vida por Vidas em Manaus teve um mutirão de coleta no último sábado,12, para promover as doações.

 

“Estamos muito felizes pois a arrecadação chegou a 334 bolsas, sendo que a expectativa eram de 200. Foi preciso fechar o Hemoan antes do horário pois havia ultrapassado a capacidade de atendimento”, entusiasmada conta a gerente de captação de doadores, Flávia Rezende.

 

Neste mês o objetivo é ter mil bolsas coletadas.

 

Rosinira Lima, 42, ouviu falar da campanha e doou sangue pela primeira vez no ultimo sábado, 12. (Foto: Roberto Junior)

 

Doe Sangue

 

Cada bolsa de sangue tem 450ml e pode ajudar a salvar até quatro pessoas. Podem doar pessoas de 16 a 69 anos e que estejam pesando acima de 50 quilos. É preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Veja mais fotos abaixo:

 

A mídia local esteve presente registrando a Campanha e a historia de seu Sabá. (Foto: Tatiane Lopes)


Cerca de 470 pessoas passaram pelo Hemoam e 334 doaram sangue. (Foto: Roberto Junior)

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox