Notícias Adventistas

Senhora de 93 anos se torna adventista através da rádio Novo Tempo

Emissora ajudou Felícia Almeida a conhecer a Bíblia e se aprofundar em seus estudos.

30 de abril de 2015
11178411_10206771139699797_301623896_n Editado

Da esquerda para a direita,  Orides Amaral, Felícia e o pastor Marcelo Moura. Mensagem de esperança chegou pelos meios de comunicação.

— “Qual é a sua Igreja? ”.

— “Igreja Adventista do Sétimo Dia”.

— “E onde você frequenta?”

— “Somente através da rádio e TV Novo Tempo.”

Esse diálogo aconteceu em meados de 2013 entre o obreiro bíblico Orides do Amaral, da Rádio Novo Tempo de Florianópolis, em Santa Catarina, e a senhora Felícia Gama de Almeida, que atualmente tem 93 anos. Por anos ela frequentou outra igreja evangélica, acompanhando seu marido, que era pastor. “Desde que meu esposo faleceu, há cerca de 17 anos, eu encontrei companhia na rádio Novo Tempo e nunca mais desliguei essa emissora da minha vida”, relata Felícia.

Ela conhece todos os programas da rádio e depois que descobriu a TV Novo Tempo não parou mais de assistir. Estudou a Bíblia com as duas emissoras. “Aprendi a ler a palavra de Deus com a Novo Tempo. Antes eu até tinha a Bíblia, mas não tinha costume de ler constantemente. Mas com a Novo Tempo fiquei dois anos lendo três capítulos por dia e após isso decidi procurar a a Igreja Adventista. Foi então que Deus me enviou um anjo para me apresentar a Igreja”, relembra.

O anjo que Felícia menciona é o obreiro bíblico Orides Amaral. Em 2013 ela ligou para a Novo Tempo pedindo para conhecer a Igreja Adventista e receber uma visita missionária. Ao chegar em sua casa, Amaral se deparou com o diálogo do início do texto. “Na verdade ela já tinha todo o conhecimento doutrinário, só faltava conhecer a Igreja e entrar para o rol de membros. Ainda fizemos um estudo bíblico e ela se mostrou feliz em poder tirar algumas pequenas dúvidas”, comenta.

Devido à idade avançada, sua saídas de casa são raras, por isso somente em 2014 ela visitou pela primeira vez a Igreja Adventista do Sétimo Dia, na ocasião, a central de Florianópolis. “No início, a irmã Felícia ficou temerosa em se tornar publicamente adventista. Sua família inclusive quando soube de suas intenções ficou contra. Mas depois de um ano, presenciando o amor e a dedicação da Igreja Adventista, todos os oito filhos concordaram com sua decisão”, explica o pastor Marcelo Moura, que acrescenta. “Até uma das filhas, que era a mais resistente, mudou de ideia e depois começou a assistir a programação da TV Novo Tempo”.

Felícia aceitou publicamente a mensagem adventista no dia 8 de Março deste ano com seus 93 anos, na Igreja Adventista Central de Florianópolis. E quem pensa que ela agora quer descansar está enganado. Por iniciativa própria, ela está formando uma dupla missionária de oração em hospitais. “Precisamos levar conforto aos corações quebrantados e anunciar que Cristo vai voltar!”, declara a quase centenária seguidora dos canais da esperança. [Equipe ASN, Daniel Gonçalves, com colaboração de Cíntia Moura]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox