Notícias Adventistas

Igreja Adventista restaura patrimônio histórico

Trabalho minucioso revitalizou construção de 1910 em arquitetura Enxaimel, típica da colonização alemã.

10 de setembro de 2014
Casa em arquitetura Enxaimel, típica da colonização alemã, foi revitalizada em Blumenau-SC.

Casa em arquitetura Enxaimel, típica da colonização alemã, foi revitalizada em Blumenau-SC.

Blumenau, SC… [ASN] A colonização alemã em Santa Catarina formou uma identidade cultural que permanece nos costumes e paisagens de algumas cidades. Blumenau, reconhecida nacionalmente como um dos principais redutos da tradição germânica, possui prédios que carregam a história e a cultura dos imigrantes. As construções com arquitetura no estilo Enxaimel, típica das edificações alemãs do Século 19, podem ser vistas no município. Muitas delas são patrimônio histórico e mantêm vivo o passado do município.

Um dos patrimônios tombados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) é uma casa que pertence à Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). A construção fica no terreno que foi adquirido em 2010 para ser o estacionamento da instituição. O imóvel está localizado ao lado do templo, no Centro da cidade.

Construída em 1910, a casa é conhecida por ter sido residência da família Garni entre as décadas de 1940 e 1970. O casal que ali morava, quando já idoso, ficou famoso no município pelas participações nos desfiles da Oktoberfest. Antes de pertencer à IASD, o prédio também foi uma galeria de artes de 1979 a 1983, ano em que resistiu à histórica enchente que atingiu a região. De 1984 a 1993, o local se tornou um bar, ponto de encontro dos boêmios da área central.

O restauro

Desde o dia 31 de agosto deste ano, a casa voltou a ser aberta ao público após um ano de restauro, incluindo projeto e execução. Segundo a engenheira civil responsável, Raquel Simon, o processo, diferente de uma reforma comum, teve que cumprir as requisições dos órgãos competentes: FCC e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). “O maior desafio foi conseguir manter o histórico da edificação, conciliando o restauro dos materiais antigos e a aplicação de novos materiais”, explica.

A técnica Enxaimel tem como estrutura hastes de madeira encaixadas entre si nas posições horizontais, verticais e inclinadas sem o uso de pregos ou parafusos. Os espaços que formam as paredes são preenchidos geralmente por pedras ou tijolos à vista.

A revitalização da antiga residência dos Garni foi minuciosa, trabalho em que os profissionais reaproveitaram ao máximo todas as peças da estrutura para que a obra permanecesse mais fiel possível à original. Para Raquel, a iniciativa da IASD é “excelente”. “A cidade precisa de mais empresários e instituições que olhem para o ambiente como um todo, e não apenas pensem em favorecimento próprio. Temos alguns exemplos na cidade que, devido ao abandono, mau uso e falta de iniciativa, acabaram perdendo toda a história local”, observa.

A nova utilização da casa

Patrimônio histórico de Santa Catarina fica ao lado da IASD Central de Blumenau.

Patrimônio histórico de Santa Catarina fica ao lado da IASD Central de Blumenau.

A reabertura do prédio foi oficializada dois dias antes das comemorações de 164 anos da fundação de Blumenau. Na cerimônia, a história da casa foi contada com fotografias antigas e o depoimento de Vera Maria Rodrigues, neta dos Garni. “Lembro na época (por volta de 1950) que a casa tinha um ar-condicionado. Era enorme e fazia muito barulho. Meu avô dizia com orgulho que tinha o primeiro ar-condicionado de Blumenau”, lembra. Vera passou parte da infância na residência que hoje desperta lembranças da época. “Vivi bons momentos aqui. Voltar a esta casa é reviver tudo”.

A programação homenageou com placas os fiéis locais que se empenharam no projeto de enfim ver a velha construção restaurada. A solenidade teve a presença do prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes. Em seu discurso, o prefeito elogiou a iniciativa e ressaltou a importância da obra para a sociedade como uma referência da cultura local.

“Através da preservação da história de Blumenau, deixamos claro que os adventistas, apesar de pregarem da ‘Nova Terra’, não perdem de vista a velha Jerusalém. Afinal, será nesta Terra que nos prepararemos para o futuro que tanto aguardamos”, declara Marco Bueno, pastor da IASD Central de Blumenau. De acordo com ele, o espaço será não apenas um ponto turístico mas servirá como local onde a Ação Solidária Adventista (ASA) irá oferecer serviços de assistência social e atendimento gratuito à comunidade. A decisão alegrou Vera. “O propósito dela agora, para benefício da comunidade, é lindo. Isso me emociona”.

A construção restaurada pela IASD foi mencionada numa reportagem da RIC TV, afiliada da TV Record em Santa Catarina, sobre a arquitetura Enxaimel nos prédios de Blumenau. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

Clique aqui para assistir à reportagem.

Abaixo, veja a galeria de imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox