Notícias Adventistas

Estudantes argentinos realizam trabalhos voluntários na Grande SP

Durante uma semana, estudantes do Instituto Misioneros da Argentina realizaram trabalhos comunitários na Grande São Paulo.

16 de setembro de 2015
foto 4

Grupo de estudantes da Argentina que desembarcaram em Guarulhos para trabalhos voluntários. (Fotos: Mairon Hothon)

Guarulhos, SP… [ASN] Só pelo sotaque, já dava para perceber que eles não são brasileiros. O famoso ‘Hola Hola como estas?’ denunciava de onde o grupo estava vindo. Na última sexta-feira, 28 de agosto, uma comitiva de 30 estudantes da Universidad Adventista del Plata (UAP) vieram da Argentina para realizar trabalhos voluntários em Guarulhos.

Durante uma semana, o grupo de jovens que em sua maioria realiza cursos na área da Saúde realizou trabalhos comunitários de atendimento a pessoas carentes em cinco regiões da Grande São Paulo como bairro dos Pimentas, Parque Alvorada, Itapegica e Recreio São Jorge em Guarulhos e Jardim Nícea em Itaquaquecetuba. A iniciativa partiu do Instituto Misioneros que leva jovens para diferentes partes do mundo a fim de servir.

“Estamos muito emocionados e contentes em poder atender as pessoas mais necessitadas aqui de São Paulo. Desta vez trouxemos outros jovens que estão participando pela primeira vez a fim deles terem uma experiência diferente, servindo ao próximo, mas principalmente a Deus”, comenta a vice-diretora do Instituto Misioneros, Cinthia Koss.

O projeto que já acontece há cinco anos leva o nome de Impacto São Paulo e tem a parceria da Missão Calebe por parte dos jovens brasileiros. Além da troca de experiências e cultura, o projeto conjugado ajuda a Igreja se tornar mais relevante na comunidade.

“É uma integração entre Igreja e Comunidade, o que muitas vezes parece estar distante, parece que a Igreja está lá no prédio e a comunidade lá longe. Uma forma de aproximar para mostrar que precisamos ser relevantes bem como colocar no jovem um senso de missão e serviço, necessário a todo jovem”, ressalta o organizador do projeto, pastor Marcos Ribeiro.

11950280_874848505929657_227181429196206464_o

Saúde preventiva para as comunidades mais carentes foi o lema que incentivou os jovens.

Por aqui a palavra de ordem foi saúde preventiva e disposição e atender os moradores não faltou. Já com grandes Feiras de Saúde no domingo 30 de agosto, durante o restante da semana, os estudantes faziam caminhadas matinais com a comunidade, faziam atendimentos de medição de pressão, glicemia e bioimpedância. À noite as palestras eram gerais nas próprias igrejas que teve direito a até aula de espanhol.

“Ainda estou arranhando, mas já sei me apresentar: Hola, mi nombre es Ismael, soy brasileño. Mucho gusto! Eu mesmo nunca tive uma experiência fora do país e essa semana além de aperfeiçoar meu portunhol, estou fazendo amigos argentinos e mais envolvido com os projetos da Igreja”, diz o micro-empresário Ismael Silva.

E para quem recebeu os estudantes espanos, será que a experiência também foi diferente? “Está sendo uma experiência única, no início eu me preocupei com a questão da comida e do idioma, mas no segundo dia já conversava pelos cotovelos com eles”, disse professor Edvan Souza que recepcionou os estudantes em casa.

Os estudantes permaneceram na Grande São Paulo até dia 10 de setembro quando seguiram para o programa do I Will Go Brazil que aconteceu no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox