Notícias Adventistas

Conecteen reúne adolescentes para treinamento na área de mídia

O evento aconteceu em formato de “workshop” na igreja adventista Guabirotuba, em Curitiba e contou com a participação de 56 inscritos.

Por Jordana Graci 15 de junho de 2021

Evento é pioneiro e tem o objetivo de envolver as novas gerações na pregação do evangelho através da internet (Imagem: Jaime Costa)

O último domingo, 13, começou repleto de atividades para os cerca de 56 participantes do “Conecteen”, evento pioneiro, realizado pelo Ministério do Adolescente em parceria com o Ministério de Comunicação da sede administrativa da Igreja Adventista no sul do Paraná. O objetivo da oficina, realizada exclusivamente para o público adolescente, é a capacitação desse grupo específico para melhor servir a igreja.

Entre os assuntos tratados, esteve em pauta o funcionamento e a relevância das redes sociais na pregação do evangelho, a transmissão dos cultos e o software OBS, utilizado nesse serviço. O evento também contou com a participação de Brenda Matos, jovem que estuda a bíblia com mais de 100 mil pessoas no aplicativo Tik Tok.

Evento contou com número limitado de vagas para manter protocolos de prevenção à Covid 19 (Imagem: Jaime Costa)

De acordo com o diretor da área de comunicação da Igreja Adventista no sul do Paraná, pastor Jairo Souza, é preciso investir nas novas gerações. “Temos percebido que muitos adolescentes têm assumido responsabilidades nas transmissões de cultos e nos conteúdos de diversas redes sociais das igrejas. Então, é papel dos líderes apoiarem e oferecerem ferramentas para as novas gerações assumirem protagonismo”, destaca.

Segundo a líder do departamento de adolescentes da região, Thaís Oliveira, investir no preparo dessa geração é algo estratégico. “Essa também é uma estratégia de envolver as novas gerações a atuarem em um ministério dentro da igreja, desenvolvendo suas habilidades e usando seus talentos para o serviço do Senhor”, garante.

Para o participante, Gabriel de Oliveira, 15, a oportunidade foi bem recebida. “Eu acho que é muito bom, pois tem muitos jovens distanciados da igreja que podem voltar por causa dessa inclusão dos jovens trabalhando mais na igreja, ainda mais em algo que eles gostam”, analisa.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox