Notícias Adventistas

Cariocas abraçam projeto: Um Ano em Missão

18 de fevereiro de 2015
Rio de Janeiro abraça projeto: Um ano em missão

Rio de Janeiro abraça projeto: Um ano em missão

Rio de Janeiro, RJ… [ASN] O Rio de Janeiro conta com uma população de mais de 6 milhões de habitantes na região central da cidade, uma mistura de classes sociais, crenças, sonhos e objetivos. Esse foi o lugar escolhido para o projeto: Um Ano em Missão, que conta com a participação de 26 voluntários vindos de diferentes países da América do Sul, e juntos eles querem alcançar comunidades e os principais pontos turísticos através de diversas atividades. O projeto teve inicio no dia 7 de fevereiro durante a vigília jovem na arena do HSBC, na barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O evento reuniu mais de 10 mil pessoas que já abraçaram o projeto através da doação de um terreno para a construção do primeiro templo adventista em Paquetá. Os participantes se uniram e arrecadaram mais de R$ 130 mil para a compra do terreno durante o lançamento do projeto voluntário.

“Esse é a primeira atividade do “Um Ano em Missão”. Queremos abreviar a volta de Jesus através de inúmeras atividades e motivar a juventude para se envolverem com os projetos levando esperança para diversas famílias que carecem de amor”, destaca o líder da Igreja Adventista na região central do Rio de Janeiro, pastor Marcos Aguiar.

Voluntários deixam família e emprego em prol ao projeto missionário

26 voluntários se dedicam por um ano ao projeto no RJ

26 voluntários se dedicam por um ano ao projeto no RJ

O voluntário Raphael Costa veio do Nordeste, deixou a família, seu emprego e sua noiva para dedicar um ano ao trabalho missionário. Costa se sente feliz com a decisão. “Não tenho dúvidas que Deus me escolheu para fazer esse trabalho, pra mim dedicar um ano ainda é pouco pelo que posso fazer para espalhar a mensagem. O meu desejo é que Jesus me use para fazer o trabalho aqui no Rio de Janeiro, minha família e amigos ficaram no Nordeste, tudo por uma boa causa. Vale a pena viver por Jesus”, disse Costa.

Dóris Machaca se dedica pela segunda vez ao projeto. A jovem deixou de ser educadora no Peru para se dedicar um ano ensinando e vivendo o amor de Deus compartilhando sobre sua experiência para jovens, adultos e crianças. “Com certeza esse é um chamado do Mestre. Vou aonde Deus me enviar. Dedicar meu segundo ano para fazer parte do ano em missão pra mim é de muita alegria porque Deus me abençoa a cada momento. O meu desejo é de ver o rosto de Jesus e ser salva”, conta a jovem.

Durante esse ano de 2015 os 26 jovens vindos do Peru, Argentina, Brasil, Bolívia e outros países da América do Sul com idades de 18 a 30 anos vão participar de diversos projetos nas comunidades e principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. Eles vão desenvolver projetos que envolvam os cariocas de todas as idades.

Segundo o líder de jovens da América do Sul, pastor Areli Barbosa,  o Rio de Janeiro foi escolhido pelas estatísticas de grande número de jovens carentes do amor de Deus. “A  ideia é envolver os 26 voluntários para impactar a cidade maravilhosa e preencher os corações dos cariocas com o verdadeiro amor que é o de Jesus. Temos um ótimo grupo. São jovens universitários e até profissionais que deixaram tudo o que tinham para cumprir a missão guiada pelo Mestre”, conta Barbosa.

Na América do Sul, a iniciativa começou no ano passado no Uruguai, com 16 jovens, que resultou na construção de duas novas igrejas, dois centros de influência, dois clubes de Desbravadores e o batismo de 70 pessoas. De acordo com o líder, o maior legado que os participantes deixaram no Uruguai foi o desejo de trabalhar pela Igreja. “O projeto desperta três atitudes na juventude: a liderança, o discipulado com outros jovens e o cristianismo prático. Jesus nos disse para fazer discípulos e o projeto faz exatamente isso”, enfatiza.

Entre os jovens que vão participar do projeto no Rio de Janeiro existem administradores, enfermeiros, arquitetos, economistas, contadores, fisioterapeutas, educadores e até noivos com data de casamento marcado. Estes jovens estão no início de suas carreiras e separaram um tempo de suas vidas para o evangelismo. [Equipe ASN, Dina Karla Miranda]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox