Notícias Adventistas

Voluntários dedicam um ano de suas vidas para serem missionários pelo Brasil

Dezessete jovens de Brasília e Entorno participam do projeto Um Ano em Missão

Por Rafael Brondani, com informações de Jenny Viera 4 de fevereiro de 2021

O Instituto de Missão da região Centro-Oeste do Brasil inaugurou no último sábado, 30, sua sede administrativa e dormitórios. As novas dependências ficam localizadas no Colégio Adventista Brasil Central (CABC), em Abadiânia, Goiás. Os edifícios serão utilizados durante todo o ano, para aulas e hospedagem dos alunos missionários.

Após a inauguração, foi realizada uma cerimônia de envio dos missionários para as cidades onde passarão o ano de 2021.

Os jovens missionários e pastores que servirão em 2021 como voluntários do projeto Um Ano em Missão – “One Year in Mission” (OYiM), em inglês, estiveram reunidos no local durante o mês de janeiro, para aprender a lidar com os desafios da Missão.

O OYiM é um projeto mundial da Igreja Adventista, cuja visão é de que este é apenas o despertar para uma vida toda em missão, não importa a área de atuação.
Além de receber missionários de outros locais, a Sede Administrativa da Igreja Adventista no Planalto Central (APlaC) também enviou jovens para diferentes localidades.

Os missionários da APlaC se dividiram em duas equipes que contemplarão as cidades Sítio D’Abadia e Valparaíso, em Goiás.

O líder dos Jovens Adventistas de Brasília e Entorno, pastor Forlan Oliveira, menciona que os mais de 17 jovens que servirão na região de abrangência da APlaC terão como responsabilidade iniciar novas igrejas e dar todo o suporte para as comunidades. “Os voluntários darão todo o apoio nas comunidades. Em Valparaíso, a igreja será construída ao lado da Escola Adventista. Já no Sítio D’Abadia, o desafio será maior, pois no local essa será a primeira Igreja Adventista”, explica o pastor.

Forlan ainda comenta que a experiência do voluntariado ajuda até mesmo no objetivo de vida e na direção de novos rumos dos participantes. “Muitos destes missionários encontram um rumo novo na vida. Serão profissionais que dedicarão seus ministérios para Cristo, sejam advogados, médicos ou de outras áreas. É uma experiência de encontro pessoal destes meninos”, menciona o pastor.

Aos 17 anos, Bleno Cardoso, natural de Mirassol D’Oeste, Mato Grosso, dedica a vida ao projeto pela primeira vez. Para ele a oportunidade o tirou da zona de conforto. “Me sinto como se tivesse uma grande responsabilidade como a do profeta Jonas, que foi escolhido para levar a mensagem de Deus às pessoas da cidade de Nínive. Ele saiu da sua zona de conforto e e enfrentou um novo desafio. Assim é quando uma pessoa aceita o desafio de participar do OYiN. Estou muito feliz, porque sei que estou ajudando a apressar a volta do Rei dos Reis e dando prioridade à vontade Deus”, expressa o voluntário.
O jovem tem grandes expectativas sobre o projeto e pretende fazer a diferença na vida das pessoas que tiver contato. “Minhas expectativas se resumem em ver todas as esquipes felizes por ter feito um bom trabalho e ver pessoas tomando decisões ao lado de Cristo. Deus há de nos ajudar”, conclui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox