Notícias Adventistas

Carreata de prevenção e combate a violência contra a mulher alerta Gurupienses

Campanha Quebrando o Silêncio promovida pela Igreja Adventista reforça a importância de denunciar o abuso contra mulher

Por Fernanda Silva 1 de setembro de 2020

Mulheres caracterizadas de vítimas de violência chamam a atenção para a seriedade do tema (Fotos: Lucas Sales)

O agosto lilás é um mês dedicado a conscientização e combate à violência contra a mulher. A campanha acontece em sintonia com o Quebrando o Silêncio, projeto educativo da Igreja Adventista, que desde 2002, incentiva vitímas a denunciarem todos os tipos de abuso.

Mesmo diante da pandemia, Igrejas Adventistas em parceria com o Colégio Adventista de Gurupi não perderam a oportunidade de chamar a atenção da população para um tema tão importante, a violência contra as mulheres. Para isso, realizaram uma carreata nesse sábado, 29, com faixas, trio elétrico e mulheres caracterizadas. A ação contou com mais de 30 carros, motos e ciclistas.

Leia também: Projeto desenvolve ações em massa para combater abuso e violência doméstica

Em contraste com os índices do Brasil, durante a pandemia, no Tocantins, houve uma redução no número de inquéritos policiais, medidas protetivas de urgência e nas ocorrências de violência contra as mulheres registradas pela Policia Militar. Entretanto, especialistas alertam que a redução preocupa, pois em decorrência do isolamento social, vítima e agressor ficam próximos o que inibe as denuncias. As subnotificações reforçam a necessidade de conscientizar e incentivar as mulheres a denunciarem.

“Precisamos encorajar as pessoas a não viverem em situações de abuso, isso não é o que Deus deseja para as suas filhas, denuncie, ligue 180”, destaca o pastor Luiz Lourenço sobre o objetivo principal da ação. A rota da carreata incluiu as principais avenidas e ruas de Gurupi, assim como alguns bairros carentes. O encerramento foi feito em um pátio, em formato drive-in, com uma breve reflexão sobre o tema.

Materiais Educativos

Além da carreata, a campanha também disponibiliza materiais para o público adulto. A revista Quebrando o Silêncio reúne artigos de especialistas em diferentes áreas, que abordam temas como: indícios de abusos nos relacionamentos e formas de prevenção, métodos para ajudar uma vítima de violência, a família como difusora de respeito e valores, etc. Há, também, uma versão para da revista para os adolescentes e outros vídeos e conteúdo em quadrinhos, para crianças. Suas versões digitais, bem como detalhes sobre o projeto e materiais de apoio, estão disponíveis em quebrandoosilencio.org.

A campanha também motivou as alunas do Colégio adventista de Araguaína a produzirem um vídeo a fim alertar sobre os dados de feminicídio e violência contra a mulher que acontecem no Brasil. Assista:

 

A ação foi destaque na mídia local:

Band (Sil TV): Clique Aqui 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox