Notícias Adventistas

No Paraná, alunos se envolvem em diferentes ações de impacto à comunidade

O Dia Mundial do Jovem Adventista foi apenas o impulso para o estabelecimento de ações que serão realizadas durante todo o ano

Por Carolina Félix

Doação de 10 colchões para o Portal da Inclusão possibilitou o atendimento de mais pessoas que anseiam sua reinserção em sociedade

O vício em jogos foi apenas uma questão de tempo para que Sérgio perdesse mais do que a estabilidade financeira e emocional. Hoje, aos 52 anos, o carioca vive em situação de rua, buscando repouso em abrigos públicos, distante da família e de sua terra natal, a capital do Rio de Janeiro.

Na cidade de Maringá, o Portal da Inclusão – instituição que atua com a reinserção social de pessoas como o Sérgio, atende 10 desabrigados por demanda e administra uma lista de espera interminável.  “Queríamos atender mais pessoas, mas nos faltam recursos e materiais”, destaca Regina, coordenadora do portal. Por essas e outras que a visita dos jovens adventistas à instituição, e a doação de 10 colchões feita pelo Instituto Adventista Paranaense (IAP), abrem possibilidade para o recebimento de mais interessados. “ A vinda desses jovens aqui, restaura a autoestima e a humanidade da gente”, revela Sérgio.

Ações urbanas  

Motivados pelos alunos, dependentes químicos em tratamento, reconciliam amizade durante programa espiritual

Motivados pelos alunos, dependentes químicos em tratamento, reconciliam amizade durante programa espiritual

O Dia Mundial do Jovem Adventista foi apenas o start de ações urbanas que serão realizadas pelos jovens do IAP durante todo o ano, com o intuito de impactar as comunidades em torno da instituição. Pelo menos era o que pensavam os alunos do ensino superior do IAP ao visitar a casa de dependentes químicos Aliança de Misericórdia, localizado em Iguatemi, Maringá-PR. “Saímos para ações como esta, pensando que vamos deixar algo, mas retornamos constrangidos por ver que recebemos mais do que podemos entregar”, confessa o pastor Jonas Soares, capelão do IAP Faculdade ao vivenciar a experiência.

Ele conta que um casal trocou o trabalho formal pelo serviço voluntário, e hoje auxiliam, em tempo integral, 26 internos em processo de recuperação.

A princípio tímido e receoso, um dos internos se identificou como ex-membro da igreja Adventista do Sétimo Dia, na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo. “Rodei tanto para me encontrar novamente com esta mensagem aqui no Paraná”, desabafa o jovem que precisa ter sua identidade preservada. A casa de recuperação de dependentes químicos Amaras- Recanto Mundo Jovem – recebeu a visita do coral Novo Canto, regido pelo maestro Gerson Salcedo.

Entre elas 

Residentes da Casa da Gestante – Lar preservação da vida – receberam kits de higiene e consulta com ginecologista obstetra

As mulheres residentes da Casa da Gestante de Maringá também foram presenteadas com a visita das participantes da Área Feminina da Associação Ministerial (Afam) do IAP.

Kits com roupas para bebê, fraldas e itens de higiene foram doados a gestantes, mas a melhor surpresa foi a ida da ginecologista obstetra Gemiralda de Carvalho A. Neto, que tirou dúvidas em relação ao momento do parto e processo gestacional.

Para psicóloga Daiane Santos Albuquerque, coordenadora da ação, a iniciativa foi uma oportunidade de entender como ser relevante em contextos de necessidades extremas. “Nós fomos despertados para uma outra realidade, onde um simples escutar e se fazer presente é o suficiente para tornar outra vida um pouco mais leve, nem que por algumas horas”, destaca a Daiane.

Passando adiante

Cantar foi apenas uma das ações realizadas por corsitas do Novo Canto na abrigo para dependentes químicos Amaras

Neste mesmo dia, dois mil balões vermelhos inflados com gás hélio surpreenderam quem desceu no terminal central de Maringá e na pra Raposo Tavares, na manhã do sábado (17).

Mas o inusitado estava mesmo é na proposta da ação: na base do balão haviam dois chocolates, a descrição de um cartão anexado matava a charada – um é para você e o outro para fazer alguém feliz, passe adiante todo o bem que receber.

Os jovens adventistas da cidade de Maringá e os alunos do IAP madrugaram para preparar a surpresa e, claro, foram bem recompensados.

A estudante do 3º de pedagogia, Luiza Fagundes Conde, conta que ao final da ação os jovens limpavam a praça quando foram abordados por um morador de rua. “ Ele disse pra gente parar de recolher, porque ali era a casa dele e nós éramos os visitantes que trouxeram presentes. ‘Não se incomodem, disse o homem, deixa que eu recolho o lixo’, relata a estudante impressionada com o resultado da ação.

A praça Raposo Tavares também foi o local escolhido para as ações no período da tarde. Nos semáforos, os motoristas foram desafiados a fazer o bem, com o recebimento de água e pão que deveriam ser doados para outras pessoas. Além disso, nas praças do centro tiveram momentos de oração, abraço grátis e palavras de conforto para aqueles que desejavam parar.

No presídio

Cerca de 100 alunos do IAP se engajaram em cantar e servir os

Cerca de 100 alunos do IAP se engajaram em cantar e servir os passageiros da rodoviária de Maringá-PR

A visita aos detentos da Delegacia de Maringá-PR mexeu com os alunos da Associação Universitária do IAP. “Eles não podem receber visitas e vivem em uma situação muito difícil, razões que tornaram a visita tão significativa para eles quanto para nós”, conta a professora Laurence Soares, que acompanhou o grupo na ação.

Mas antes mesmo que o Dia Mundial do Jovem Adventista iniciasse, duas ações foram realizadas: um jantar de gala para moradores de rua do Albergue Santa Luzia Marilac e a recepção dos passageiros da rodoviária de Maringá, com direito a kit lanche para viagem e música ao vivo pelo coral Canto Jovem do IAP.

Mundial

Mais de 20 ações foram realizadas na região metropolitana de Maringá-PR

O movimento jovem mundial é um impulso para que os jovens se engajem em ações urbanas de relevância social. O coordenador dos pastores de escolas da região Sul do Brasil, pastor Antônio Carlos Tavela explica que o envolvimento dos alunos daqui por diante tende a crescer. “A nossa ideia é que realmente uma atmosfera de missão contagie os nossos alunos para que eles consigam manter essa proposta de sistematicamente abençoar as cidades que estão a nossa volta. Mais de 350 alunos se envolveram ativamente no GYD (Global Youth Day). São os nossos influenciadores para que este número aumente gradativamente”, almeja.

Para o líder do departamento jovem da Igreja Adventista na região Sul do país, pastor Elmar Borges, a palavra da vez é relevância. “O Dia do Jovem Adventista é o momento em que ele (o jovem) se sente feliz e orgulho de fazer parte de um movimento mundial, mas também tem a intenção de mostrar pra ele que ele pode ser relevante mesmo com ações pequenas, entender que sempre há como fazer a diferença na vida de outras pessoas” finaliza.

 

 

VEJA AS FOTOS:

Dia do Jovem Adventista

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox