Notícias Adventistas

Marco geográfico recebe jovens intercessores no Distrito Federal

Local é simbólico e reuniu intercessores adventistas que foram em busca de uma experiência diferente com Deus.

10 de março de 2015

Brasília, DF … [ASN] O sol ainda não havia nascido quando um grupo de aproximadamente 20 pessoas deixou o estacionamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Planaltina Oeste. O objetivo era chegar ao Morro do Centenário antes do amanhecer e dedicar as primeiras horas do dia em oração.

A pedra fundamental de Brasília está localizada no Morro localizado a 1033 metros de altitude e 4 exatamente nove quilômetros de Planaltina. Para comemorar o centenário da Independência, em 7 de setembro de 1922, ao meio dia, o presidente dos Brasil, Epitácio Pessoa,  faz assentar a pedra fundamental da futura capital do país a dez quilômetros de Planaltina. Baseada no sonho de Dom Bosco, a pedra fundamental caracteriza o ponto central do Brasil.

 

Grupo chegou ao local antes do nascer do sol

Em torno do monumento que marca o centro geográfico do Brasil, os participantes realizaram diferentes momentos de oração, individual e em grupo, além do estudo dirigido da Bíblia.

Foi a oportunidade de estar no silêncio e em meio a natureza que atraiu a cabeleireira Geilsa Regis. “Eu sempre gostei de buscar a Deus no campo e buscar a Deus durante a primeiro hora do dia é fundamental. Foi uma oportunidade única”, relata Geilsa.

oração

Moradores de Planaltina Oeste intercedem por Brasília

Quando a luz do dia permitiu ver a linha do horizonte e as cidade ao redor, o grupo se reuniu para orar pelo Brasil. Em uma ação simbólica de abençoar as cidades e a Capital Federal, o grupo levantou as mãos. “A oração pelo Brasil, pelas autoridades e pela nação é um principio bíblico”, explica o pastor Itamar Ribeiro, líder espiritual das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia de Planaltina Oeste. “Hoje nós oramos para que mais pessoas possam conhecer o evangelho e para que as pessoas que administram o nosso país tenham o coração voltado para o que é a vontade de Deus”, completa Ribeiro.

O universitário Wallison Lopes vê na ação realizada uma oportunidade de aprendizado. “Temos um crescimento espiritual muito grande quando passamos a entender que a nossa oração faz a diferença na nossa vida e na vida das pessoas por quem nós intercedemos”, compartilha Lopes. [Equipe ASN, Liane Prestes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox