Notícias Adventistas

Líderes Adventistas participam da Semana de Liberdade Religiosa em São Paulo

Por Kimberly Ludugério 25 de maio de 2021

A semana da liberdade Religiosa que acontece de 23 a 28 de maio, é uma semana especial. Além de consistir numa sequência de eventos como fóruns e palestras, ela inclui também o dia estadual da Liberdade Religiosa, dia 25, instituída por lei no estado de São Paulo.

Para a deputada estadual, Dra. Damaris Moura, é preciso envolver pessoas e instituições para combater a intolerância religiosa. “Vivemos num tempo de aumento, de acirramento de intolerância e é muito especial poder durante toda uma semana realizarmos eventos em todo o estado, envolvendo pessoas e instituições, para combater essa intolerância.”

Segundo o Censo de 2010, aproximadamente noventa por cento da população brasileira se declara religiosa. Um evento dessa magnitude, ajuda a firmar que o direito da religiosidade é de todos e que é preciso garantir que cada cidadão possa exercer sua fé sem ataques ou restrições legais.

Outro ponto forte da semana é celebrar que esse direito é garantido no estado de São Paulo. A lei 17.346, sancionada em março pelo governo do estado, redigido também pela Dra. Damaris Moura em 75 artigos, declara o livre exercício da liberdade religiosa.

Durante toda a semana, especialistas do Brasil e do mundo participam dos eventos, inclusive autoridades da Igreja Adventista do Sétimo Dia, como o pastor Maurício Lima, Presidente da União Central Brasileira e Odailson Fonseca, representante de Liberdade Religiosa para estado de São Paulo, também da União central.

O ponto alto da semana aconteceu na segunda-feira, dia 24 de maio, no Ato Solene on-line. O momento foi transmitido pelo canal do Assembleia Legislativa de São Paulo – Alesp, e serviu para reforçar esse direito a todos.

“Neste ato solene ficou evidente a importância da Liberdade Religiosa na agenda governamental do Estado de São Paulo reconhecendo o direito a todos os cidadãos de culto, credo e exercício confessional. Esta semana destaca o protagonismo do respeito, tolerância e cordialidade nas relações inter-religiosas aproximando os adventistas da comunidade laica paulista. Liberdade Religiosa não é para se debater – é para se defender.”, declara o pastor Odailson Fonseca.

Para o pastor Maurício Lima, o Ato Solene “é importante também porque reforça e torna o tema de liberdade religiosa mais conhecido e isso garante também as crenças da Igreja Adventista”.

Lima ainda acrescenta: “Toda a semana é muito importante para os adventistas como igreja. Precisamos dessa liberdade para a nossa crença, para guardarmos o sábado e guardarmos os ensinamentos da Bíblia como acreditamos. Não se trata de aceitar o que os outros aceitam e que todos aceitem o que acreditamos, mas de cada um poder seguir a sua crença. Esta bandeira vai nos ajudar como igreja principalmente sobre o princípio quanto a guarda do sábado”, finaliza.

Para potencializar, todas as Associações da Igreja Adventista também realizam atividades em reconhecimento à semana.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox