Notícias Adventistas

Comportamento

Jovens participam de “jejum tecnológico”

Além da programação e da visita ao abrigo, os jovens distribuíram livros em um bairro de Ijuí.


  • Share:
Além da programação e da visita ao abrigo, os jovens distribuíram livros em um bairro de Ijuí.

Além da programação e da visita ao abrigo, os jovens distribuíram livros em um bairro de Ijuí.

Ijuí, RS... [ASN] Passar algumas horas sem usar smartphones, tablets, notebooks e outros gadgets. Esse foi o ponto central da Vigília Jovem que aconteceu na Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) no bairro Herval, em Ijuí-RS. O encontro teve início na manhã do último sábado, 18, e se entendeu no decorrer do dia. Os participantes foram proibidos de fazer uso de aparelhos tecnológicos no decorrer da programação. Além disso, boa parte dos jovens também permaneceram em jejum alimentar durante todo o dia. Um verdadeiro teste espiritual que teve objetivo melhorar a comunhão com Deus e com o próximo.

Segundo Letícia Perobelli, organizadora do programa, o objetivo de fazer um jejum de alimentos e aparelhos tecnológicos é mostrar como o uso excessivo deles pode prejudicar o relacionamento com Deus. “Não dá para pedir a unção do Espírito Santo se existem coisas que estão atrapalhando ou que tomam grande parte do nosso tempo. Por isso, colocamos para eles a oportunidade de passar um dia com a mente elevada aos céus sem qualquer tipo de interferência externa”, explica.

Além do incentivo à oração, comunhão com Deus e com o próximo, os participantes ainda ouviram uma palestra com Jordana Perdoncini, jornalista e ex locutora da Rádio Novo Tempo de Maringá-PR. A profissional falou sobre as consequências sociais e comportamentais que o excesso de uso da tecnologia está fazendo com a sociedade. Segundo ela, outro problema que tem se tornado grave é a grande exposição da vida pessoal que muitos jovens e adolescentes têm feito na rede. “A internet é terra de ninguém. Muitas vezes não temos noção da amplitude de nossas publicações. Precisamos tomar cuidado com o tempo que passamos na rede e o que estamos mostrando nela”, afirma.

A jornalista também falou sobre os relacionamentos que são afetados pelo uso excessivo de aparelhos que nos conectam à Internet. “Hoje nós podemos observar um comportamento inverso. As redes sociais estão aproximando quem está distante de você e te deixando longe de quem está perto. Alguns autores, inclusive, estão afirmando que a internet está criando a geração de jovens mais ‘burra’ da história. Ou seja, o excesso de conectividade está nos fazendo perder o interesse pela pesquisa e leitura aprofundada”, pontua.

Viva com Esperança

Além da palestra, os participantes da vigília também dispuseram um tempo para trabalhar em prol da comunidade. No início da tarde, os jovens se reuniram e realizara uma visita a um abrigo onde vivem crianças que foram resgatadas de situações de risco. Uma pequena apresentação teatral com fantoches foi feita pelos jovens que também distribuíram doces para os internos.

Após isso, os participantes se dirigiram para o bairro Tomé de Souza, na periferia de Ijuí, e fizeram uma distribuição de exemplares do livro Viva com Esperança. [Equipe ASN, Douglas Pessoa]

Veja imagens de como foi a programação e distribuição dos livros.