Notícias Adventistas

Jovens adventistas ajudam no cadastro do auxílio emergencial

Jovens levaram seus celulares para a praça da cidade e auxiliaram moradores a solicitar benefício do governo federal.

Por Kamila Freitas 29 de abril de 2020

Morador local durante atendimento (Foto: Arquivo pessoal)

Uma ação solidária reuniu jovens adventistas na cidade de Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, para ajudar pessoas que tiveram dificuldade para solicitar o auxílio emergencial disponibilizado pelo governo federal. Para isso, uma estrutura foi montada na praça da cidade e cada jovem, com seu celular, se conectava à internet e fazia o cadastramento dos que tiveram algum problema na hora de solicitar o benefício.

O pedido é feito via aplicativo, o que tem gerado dificuldades para algumas pessoas. Ao notar esse impasse, Edemilson Bueno teve a ideia de disponibilizar o suporte. “Sou contador e sei como o sistema funciona, isso sem levar em consideração as pessoas de mais idade ou as que não tem tanta familiaridade com a internet”, pontua.

Leia também:

De acordo com uma pesquisa feita em 2017 pelo TIC Domicílios, Cetic. Br, Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, a presença de idosos na internet tem crescido consideravelmente. Em 2017, dos idosos acima de 60 anos, 58% tinham acesso à internet nos smartphones. Segundo os dados divulgados, 72% dos que não acessam alegam falta de habilidade como justificativa.

A revisora contábil Jéssica Santos, de 22 anos, fez a solicitação em nome da mãe e alega que a dificuldade é coletiva. “Eu já perdi as contas do tempo que passei nesse aplicativo. Consegui fazer a solicitação sozinha, mas o aplicativo trava, a análise é demorada e eu não consigo saber se houve algum erro meu ou se é o sistema da Caixa”, explica .

Ajuda necessária

Sueli Barbosa, moradora do bairro Vista Alegre, já havia tentado fazer o cadastro, mas existiam pendências. A moradora buscou ajuda e recebeu as orientações. “Esse auxílio vem em boa hora, e eu saio daqui tranquila por saber que deu certo. Como diz na Bíblia, “amai o próximo como a ti mesmo”, e é isso que eles estão fazendo aqui”, comenta.

O pastor local, João Filipe, viu a movimentação dos jovens como algo extremamente positivo. “Esse não é o momento de esperar as autoridades resolverem. Se podemos fazer alguma coisa, façamos! Eles são novos, sabem lidar com a internet e decidiram deixar a segurança de suas casas para socorrer os que têm mais necessidade”, sublinha.

Durante a ação, mais de 60 pessoas foram atendidas e tiveram o cadastro regularizado. No local foram distribuídos alimentos e roupas, caso alguém que estivesse sendo atendido precisasse de qualquer um dos donativos. A cesta era montada e entregue no mesmo momento.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox