Notícias Adventistas

Dono de oficina que pegou fogo recebe ajuda dos Calebes

Carro que descia do elevador começou a queimar de dentro para fora. Não foi possível conter as chamas.

Por Eber Pola 22 de junho de 2020

Equipe de Calebes da Igreja Parque Residencial Rondon (Foto: Arquivo pessoal)

Há mais de 14 anos, José Lima dos Santos é proprietário de uma oficina de automóveis na cidade de Salto, interior de São Paulo, que fica a poucos metros do templo adventista do bairro Parque Residencial Rondon.

No dia 1° de junho, após concluir o serviço de um carro que estava no elevador, um incêndio teve início no interior do mesmo. A tentativa de apagá-lo, no entanto, foi em vão. Houve perda total do veículo no elevador, além de equipamentos de trabalho e a queima parcial do carro de outro cliente.

Leia também:

Desolado, Santos não acreditava no que estava acontecendo. Sentado na calçada, não sabia como fazer para arcar com os prejuízos – ainda mais diante da pandemia, que tem resultado em pouco movimento. Do outro lado da avenida estava Everton Gil Leite, líder da Missão Calebe do templo adventista Parque Residencial Rondon, que presenciava a situação. Ele conta que aquela cena continuou em sua mente por dias. Sensibilizado, acionou a equipe dos Calebes da região.

Ajuda vinda dos Calebes

Depois de dois dias do ocorrido, Leite foi até a oficina e ofereceu ajuda ao mecânico. Assim, teve início uma campanha on-line de arrecadação de recursos financeiros para cobrir os danos de aproximadamente 12 mil reais. As equipes dos Calebes das igrejas do Rondon e do Jardim Santa Cruz se mobilizaram para a campanha.

Bombeiros verificam local após conter incêndio (Foto: Arquivo pessoal)

Leite ressalta que no primeiro dia a iniciativa alcançou mil reais. “É uma satisfação muito grande em poder ajudar o nosso próximo, o nosso vizinho. Nosso objetivo é atender as pessoas necessitadas com ações e palavras de esperança. Desta maneira, a vida cristã faz mais sentido”, destaca.

Santos ficou muito surpreso com a atitude dos voluntários e disse que foi Deus quem tocou nos corações deles para ajudar. “Eles chegaram na hora certa. Já faz três meses que estou com dificuldades com contas para pagar e com pouco serviço. Eu pensei que era o fim”, desabafa. A ação humanitária recebeu destaque em um canal de TV local.

As atividades tiveram início no começo do mês de junho com o Esquenta Calebe. “São 111 equipes cadastradas neste ano. São jovens voluntários comprometidos com ações sociais e missionárias de maneira ousada e relevante na sociedade”, ressalta Péricles Barbosa, coordenador da Missão Calebe para toda a região sudoeste paulista.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox