Notícias Adventistas

Curso de liderança revoluciona vida de líderes do Ministério da Mulher

Cerimônia de formatura do curso foi realizada durante treinamento anual para líderes distritais do Ministério da Mulher.

Por Dayane Nascimento 19 de fevereiro de 2019

Iracema ao lado da secretária do Ministério da Mulher das Igrejas Adventistas de Mato Grosso, de quem recebia suporte quando tinha dificuldades para assistir às aulas online. Foto: Jhonata Chaves

Os problemas com a internet e com o computador, além do desafio de estudar à distância e online não foram suficientes para fazer Iracema Fernandes, 39 anos, deixar de participar do curso de liderança promovido pelo Ministério da Mulher da Igreja Adventista para toda a região Centro-Oeste. “Eu morava na cidade de Querência (a 975 quilômetros de Cuiabá) e por lá a conexão com a internet não é boa e às vezes meu notebook também dava problema. Chorei várias vezes porque não conseguia acessar o portal e assistir às aulas”, conta. Mas, no último sábado (16), toda a emoção que Iracema transbordava era de alegria por, finalmente, se formar e receber o certificado de conclusão do curso.

O curso para líderes do Ministério da Mulher é um programa de desenvolvimento pessoal e profissional que compõe a plataforma da Universidade Corporativa da Igreja Adventista na região Centro-Oeste. Todas as aulas são online e, portanto, seguem a modalidade à distância. Iracema conta que o suporte que recebeu do Ministério da Mulher foi essencial durante o processo. “Por diversas vezes, a Izabel, secretária da área em Mato Grosso, ficava comigo ao telefone me ensinando pacientemente o que eu tinha que fazer, onde tinha que clicar no site. Para mim, não foi fácil lidar com a tecnologia! Mas, se eu puder dar uma sugestão para as mulheres que atuam na igreja é: façam o curso e não desistam”, aconselha. Desde que foi lançada, em 2017, a capacitação em liderança já formou 54 voluntárias somente em Mato Grosso.

Regená Baptista, diretora do Ministério da Mulher em Mato Grosso, explica que os conteúdos disponibilizados na plataforma online são diversos. “São aulas relacionadas ao planejamento, sobre as modalidades de liderança e o que é ser uma igreja amiga. Naquele ambiente virtual, as mulheres aprendem a desenvolver uma liderança eficaz junto às igrejas locais”, detalha. Iracema diz que a aula que mais chamou sua atenção foi sobre o discipulado. “Confesso que não entendia completamente a importância e o poder que o discipulado tem de transformar vidas. Agora compreendo que para eu ser uma verdadeira missionária tenho que ser discípula de Cristo primeiro para só então influenciar as pessoas”, destaca.

Desta vez, 16 mulheres concluíram o curso de liderança e receberam o certificado de conclusão. Foto: Jhonata Chaves

A mudança de entendimento de Iracema ocorreu também quanto ao real papel do Ministério da Mulher para a Igreja Adventista. “A gente acha que o Ministério da Mulher existe apenas para promover chás evangelísticos. Esta é apenas uma das muitas ações e projetos que podemos realizar. O Ministério da Mulher envolve acima de tudo liderança e discipulado”, aponta.

Morando atualmente na cidade de Nova Xavantina (a 661 quilômetros de Cuiabá), Iracema diz que agora se sente motivada para novos projetos pessoais. “Apesar de todas as dificuldades, participar deste curso de liderança me mostrou que sou capaz até de fazer um curso superior, uma faculdade, à distância. E este será meu próximo desafio”, revela.

Além de Iracema, outras 15 mulheres também concluíram o curso de liderança e receberam o certificado de conclusão, no sábado (16). A formatura foi realizada durante o treinamento anual para líderes distritais do Ministério da Mulher, em Cuiabá.

Treinamento anual capacita e motiva as mulheres para desenvolverem a liderança do Ministério da Mulher na igreja local. Foto: Jhonata Chaves

Treinamento Anual
Durante o treinamento, as representantes de diversas regiões do Estado foram orientadas sobre o projeto JUNTOS e a sua relação com o Ministério da Mulher. O presidente da Igreja Adventista para todo o Centro-Oeste explica que o JUNTOS é um movimento de toda a igreja e não apenas de uma área específica. “É um esforço de todos nós JUNTOS por uma causa muito maior que é a pregação do evangelho e o discipulado dos nossos filhos, ensinando-os a se tornarem discípulos de Jesus. E o Ministério da Mulher pode trabalhar nesse processo ajudando as meninas a se envolverem no projeto e a estarem comprometidas com as ações, tornando o Ministério da Mulher uma ponte para o cumprimento da missão”, afirma.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox