Notícias Adventistas

Comportamento

Cerimônia solene ordena pastor ao ministério

A cerimônia de ordenação pastoral acontece anualmente na Igreja Adventista


  • Share:
A imposição de mãos é feita pelos pastores que já são ordenados

A imposição de mãos é feita pelos pastores que já são ordenados

Abadiânia, GO… [ASN] A Igreja Adventista em Goiás realizou no último domingo (25), a ordenação de um pastor ao ministério. A cerimônia aconteceu no Instituto Adventista Brasil Central (IABC), durante um concílio com todos os pastores da região. O programa, que é bastante solene, acontece anualmente e confirma o chamado de Deus à atuação como pastor.
Isto porque, na Igreja Adventista do Sétimo Dia, logo que o estudante se forma no curso de teologia, recebe uma licença para atuação ministerial que funciona como uma autorização para realizar pregações, programas de evangelismo, obras missionárias, além de liderar as atividades de uma igreja local, ou escola. Existem, no entanto, algumas cerimônias que só podem ser realizadas por pastores que já passaram por este período de confirmação, que geralmente dura em torno de quatro a seis anos.

Pr. Alijofran Brandão, secretário da UCOB, foi o orador da cerimônia bem como o padrinho escolhido pelo ordenando

Pr. Alijofran Brandão, secretário da UCOB, foi o orador da cerimônia bem como o padrinho escolhido pelo ordenando

Deixando a condição de pastores aspirantes ao ministério e se tornando pastores ordenados ao mesmo, estes ministros podem assumir cargos de liderança, realizar cerimônias de batismos, bênçãos matrimoniais, entre outras responsabilidades. Nesta cerimônia foi ordenado ao ministério o pastor Hermann Schilder, que chegou em outubro de 2014 na região para liderar o ministério de Publicações. Antes de sua chegada, Schilder trabalhou por quatro anos como pastor aspirante na região de Manaus-AM.

Pr. Hermann Schilder, sua esposa, filhos e seus pais

Pr. Hermann Schilder, sua esposa, filhos e seus pais

O pastor Marcos Nunes, líder dos pastores adventistas em Goiás, explica porque a ordenação é uma das mais importantes cerimônias aos pastores adventistas. "A Igreja não acredita que exista nenhum poder especial na ordenação. Mas sim que ela é um momento importante de confirmação do chamado de Deus", explica. "A partir de agora estes pastores já podem falar em nome da Igreja Adventista". [Equipe ASN, Tatiane Lopes]