Notícias Adventistas

Cantor de sertanejo universitário troca profissão por adventismo

Por seu testemunho e convicção, sua esposa também decidiu ser batizada.

21 de outubro de 2014
Cantor Renato e a esposa Thais após a cerimônia de batismo.

Renato e a esposa Thais após a cerimônia de batismo.

Ji Paraná, RO… [ASN] Renato Sutile conheceu a Bíblia ainda quando adolescente e, aos 9 anos de idade, foi batizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia em Ji-Paraná, Rondônia. Ele permaneceu na Igreja por onze anos e sua principal atuação era cantar como segundo tenor em um quarteto. Embora participasse de atividades musicais de sua congregação, a falta de maior envolvimento com a missão, associada ao comodismo, fez com que ele decidisse sair para ganhar a vida cantando em bares.

Leia também:

De bar em bar, o cantor foi ganhando fama e  com um amigo, também afastado da Igreja, formou uma dupla de sertanejo universitário. Renato e Adriel, como se chamava a dupla, tornaram-se famosos no Estado de Rondônia, apresentando-se em boates, casamentos, formaturas, parques de exposição e grandes palcos de festas com milhares de shows. Fizeram participações com cantores famosos como Jorge e Mateus, Humberto e Ronaldo, Zé Ricardo e Thiago e outros cantores do gênero. Tanto Renato quanto Adriel fizeram parte do mesmo quarteto da igreja onde desenvolveram o talento de cantar.

Sucesso X falta de felicidade

Em certa noite, após um show, Sutile conheceu Thais, com quem, algum tempo depois, passou a morar e teve uma filha, chamada Vitória, atualmente com 3 anos de idade. O sucesso da dupla crescia a cada apresentação e a agenda estava sempre cheia para os fins de semana. Mas com as responsabilidades de chefe de família, o que antes era alegria começou a se tornar em um grande fardo, pois cada vez que Renato saía para se apresentar em shows, ele pensava na ausência que deixava na vida de sua esposa e filha. Isso o atormentava e ao mesmo tempo trazia vívidas lembranças da vida feliz que tinha quando estava na igreja e do convívio com os amigos cristãos.

O companheiro de Renato, Adriel, prestigiou o batismo.

O companheiro de Renato, Adriel, prestigiou a carimônia.

Retorno

Durante todo o tempo que esteve fora da Igreja, os jovens adventistas sempre lhe faziam visitas, enviavam mensagens no celular e, às vezes, faziam até serenatas para que Sutile lembrasse de que eles ainda o amavam. Sempre que assistia a TV Novo Tempo ou ouvia músicas de quartetos, o coração do jovem cantor apertava com saudades dos tempos em que frequentava as reuniões.

Ele preocupava-se em parar de cantar, pois seria muito difícil conseguir um emprego e ganhar dinheiro como ele conseguia com a música, principalmente, sem ter o ensino médio completo e com o sábado livre. Seria muito difícil conseguir meios para sustentar sua família. Mas o desejo de voltar pra família e pra Igreja era maior que tudo isso.

Mesmo sabendo que viriam provações, Sutile decidiu postar um vídeo na internet comunicando a todos que estava deixando a dupla e voltando para a Igreja. Confiando que Deus providenciaria um emprego, abandonou a banda e começou a procurar um trabalho. Uma semana depois do vídeo ser publicado, ele estava trabalhando em uma empresa de eletricidade.

Decisão

Mesmo ficando tantos anos longe da Igreja, o cantor sempre se lembrava dos bons momentos com Cristo. Por isso, decidiu ser batizado no dia 18 de outubro. O que ele não sabia era que neste mesmo dia, sua esposa, Thais, também faria o mesmo. A cerimônia foi realizada na Igreja Adventista do CEREJA, em Ji-Paraná. Hoje, aos 25 anos de idade, garante: “Eu e minha casa servimos ao Senhor”. [ASN, Ivo Mazzo]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox