Notícias Adventistas

Alunos de Colégio Adventista homenageiam mães em maternidade de hospital

O Colégio Adventista de Cascavel promoveu uma serenata às mães com distribuição de rosas e exemplares do livro Esperança Viva.

9 de maio de 2016
8C6A1423

Mães receberam rosas ao som de serenata realizada por alunos do ensino médio, na manhã de domingo.

Cascavel, PR… [ASN] As mães internadas na maternidade do Hospital Universitário do Oeste do Paraná, receberam, neste domingo (8), uma homenagem promovida pelo Colégio Adventista de Cascavel, em parceria com a direção do Hospital.

Munidos de violões e vozes afinadas, os alunos no ensino médio cantaram nos corredores e percorreram todos os quartos convidando as mães para um café da manhã, distribuindo flores, cartas e o livro missionário do ano, Esperança Viva.

A ação foi viabilizada graças à coordenadora do centro obstétrico e maternidade, Elisândra Tabaczenski, membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia e mãe de aluna do colégio. “Há tempos eu sentia a vontade de realizar uma homenagem para elas, e esse ano nós conseguimos realizar uma parceria muito boa, porque o professor Eduardo, capelão do colégio, viabilizou os alunos e a gente conseguiu recursos no hospital para montar um café da manhã para elas”, explica Elisândra.

Eduardo Silva, professor de ensino religioso e capelão do colégio, afirma que ações sociais como essas trazem benefícios tanto para quem recebe, quanto para quem oferece a homenagem. “Esta foi uma oportunidade de levar a mensagem adventista para as mães, e também mostrar aos nossos alunos a importância de eles servirem ao próximo”, enfatiza.

8C6A1476

Os alunos visitaram as alas de obstetrícia e maternidade.

Hospital público do Governo do Estado, o HU possui seu atendimento total destinado a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) e cerca de 80% das pessoas atendidas são socialmente desfavorecidas. “É primordial pra elas. A gente traz um pouquinho da paz, da tranquilidade, da estrutura da família pra cá. Para as mães é um ganho muito grande, porque é uma atenção, é um carinho especial que talvez muitas nunca tenham recebido. E aqui elas têm condições de ver que isso existe, ouvem os adolescentes cantando e falando de Deus pra elas, fazem uma oração, conversam um pouco e recebem um livro missionário. Não precisa ser um projeto enorme, mas esse pouco já é uma grande alegria para elas”, expõe Elisândra.

Juliana Godoy, aluna que participou da ação, afirma que se sentiu muito feliz em pode levar alegria às novas mães. “É muito bom você vir, trazer a mensagem para as pessoas, fazer uma homenagem e apresentar Deus para a vida delas”.

“Foi muito bom. Muitas vieram agradecer chorando, outras demonstraram com um sorriso que estavam muito contentes, alegres com a ação, então foi muito gratificante”, finaliza Eduardo Silva. [Equipe ASN, Juliana Muniz]

Fotos: Henrique Félix

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox