Notícias Adventistas

Em novo documentário, reconhecido cientista compartilha razões para sua fé

O lançamento faz parte da série Seeking Understanding, do Instituto de Pesquisa de Geociências.

Por Instituto de Pesquisa de Geociências

John Walton, professor de química da Universidade de St. Andrews, especialista em radicais livres, durante entrevista para o último episódio da série patrocinada pelo Instituto de Pesquisa de Geociências (Foto: Reprodução)

John Walton, professor de química da Universidade de St. Andrews, especialista em radicais livres, durante entrevista para o último episódio da série patrocinada pelo Instituto de Pesquisa de Geociências (Foto: Reprodução)

Um novo documentário, com o professor de química da Universidade de St. Andrews, John Walton, destaca a visão de um reconhecido cientista sobre as origens da vida.

Se você já ouviu falar de “radicais livres”, então sabe algo sobre o trabalho de Walton, professor universidade escocesa. Seu trabalho se concentra não apenas nas reações químicas destrutivas que vêm à mente quando a maioria das pessoas pensa em radicais livres, mas também em seus efeitos positivos. Ele também estuda o potencial dos radicais livres na química industrial e ambiental.

Leia também:

Os especialistas disseram que o que se sabe sobre os radicais livres por causa da pesquisa de Walton e outros químicos também pode ajudar a compreender como a vida surgiu.

Baseado em sua vida como cientista e na pesquisa que fez, o que Walton acredita ser a explicação mais razoável da origem da vida? Esse é o tema de um novo episódio de 22 minutos da série Seeking Understanding, disponível em inglês no site do Instituto de Pesquisa de Geociências.

Reforço para a fé

O diretor de comunicação da Igreja Adventista para parte da Europa e países nórdicos, Victor Hulbert, organizou uma exibição prévia desse episódio de Seeking Understanding no Newbold College of Higher Education em Binfield, Inglaterra.

“Tivemos presente um público desafiador e curioso”, explicou Hulbert no final da pré-estreia. “A juventude cristã hoje quer entender a fé e as origens, e precisa ouvir como cientistas de ponta como Walton desenvolveram seu senso de admiração pela criação de Deus.”

Hulbert acredita que um filme como esse é crucial, especialmente para os jovens e acadêmicos. “No mundo moderno de hoje, onde as pressões do secularismo são imensas — tanto na educação quando na mídia — , filmes como este são essenciais para o desenvolvimento da fé de nossos jovens”, reforça.

“Não consigo pensar em um filme melhor para marcar três meses até o Sábado da Criação”, avalia Timothy Standish, cientista sênior no Instituto de Pesquisa de Geociências em Loma Linda, Califórnia. Standish é o produtor da série Seeking Understanding. O Sábado da Criação é um dia anual para os adventistas do sétimo dia em todo o mundo destacarem sua fé na visão bíblica das origens e da criação.

Cientistas adventistas, como Standish e outros, acreditam que filmes como o de Walton são poderosamente afirmadores da fé. “Nas mãos de pastores e leigos adventistas altamente treinados e dedicados, filmes sobre cientistas que acreditam na Bíblia constituem uma ferramenta formidável para apoiar a missão da Igreja onde Deus nos colocou como Suas testemunhas”, afirmam eles.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox