Notícias Adventistas

Líder explica posição dos adventistas em relação ao terrorismo

Terrorismo é o tema de episódio da série Falando de Esperança.

29 de maio de 2017

“Adventistas não apoiam nenhum tipo de violência”, diz líder da instituição na América do Sul.

Brasília, DF… [ASN] Insegurança, desconfiança, medo. São sentimentos que fazem parte do cotidiano da sociedade moderna.  Atentados terroristas assustam e parecem ser cada vez mais comuns no Oriente Médio, Europa, América do Norte e, aos poucos, podem se alastrar por todo o mundo. Esse contexto estava previsto em profecias bíblicas que mencionam os últimos dias do Planeta Terra.

Leia também:

Porém, o líder da Igreja Adventista do Sétimo Dia para oito países da América do Sul, pastor Erton Köhler, afirma que o sofrimento causado por atitudes terroristas tomadas em nome de Deus ou mesmo da religião não têm o apoio da Igreja. “A Igreja não fortalece o conceito de que em nome de Deus ou da religião pessoas possam ser mortas ou se justifique atentados e guerras”, enfatiza.

Em mais de 150 anos de existência da denominação, os adventistas do sétimo dia têm atuado para amenizar conflitos e levar melhorias as comunidades inseridas nos mais de 200 países onde estão presentes. “A Igreja tem o compromisso de preparar pessoas para viver eternamente com Cristo num lugar onde não haverá nem morte, nem choro, nem tristeza e nem dor”, pontua o pastor ao citar o livro do Apocalipse. [Equipe ASN, da redação]

Acompanhe o vídeo abaixo:

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox