Notícias Adventistas

Série cristã ajuda em discussão sobre saúde emocional

Na Bahia, vários alunos aprenderam depois de assistir a episódios da série do Feliz 7 Play chamada - 10 A vida não é um jogo.

19 de setembro de 2018

Por Felipe Lemos

 

Jovens estãos sendo influenciados positivamente por conteúdo de séries cristãs do canal Feliz 7 Play.

O efeito de uma série cristã que aborda problemas e dilemas típicos de adolescentes, sob um ponto de vista cristão, parece ser maior do que se imagina. Isso pode ser visto claramente no relato de projeto desenvolvido com 300 alunos de uma escola privada na cidade baiana de Camaçari. Uma vez por semana, durante uma hora, estudantes do 6º Ano ao Ensino Médio têm a oportunidade de discutir temáticas. A maioria delas, relacionadas à saúde socioemocional na disciplina chamada Escola da Inteligência. Essa escola tem a ver com um estudo de inteligência multifocal realizado pelo psicólogo e reconhecido escritor brasileiro, Augusto Cury.

A diferença é que, nesse ano, o aplicador da disciplina, Washington David Guimarães Júnior, resolveu incorporar à discussão em sala de aula episódios da primeira temporada da série  – 10 A vida não é um jogo, produzida pelo canal Feliz 7 Play. Por ser adventista, costuma pesquisar, após o horário de pôr-do-sol de sexta-feira (para os adventistas, considerado dia de sábado), conteúdos digitais afinados com o conceito de um dia de descanso de Deus. Numa das buscas, deparou-se com o canal cristão de vídeos. Mais precisamente, com a série protagonizada por adolescentes onde questões como bullying, vício em jogos e desafios perigosos são apresentados em uma perspectiva que contrasta com os valores expressos nos dez mandamentos da Bíblia. “Isso aqui retrata de fato o que a galerinha da minha turma está vivendo”, pensou Washington.

Os episódios da segunda temporada de Fora de Série, por exemplo, registram uma média de 12 mil visualizações semanais. A expectativa é que esse número cresça, principalmente porque vai ao encontro do público adolescente e jovem. Nesta quarta-feira, 19, atores da série e outros jovens influenciadores digitais participarão de discussões a respeito da evangelização digital no evento Digital Week, que vai até sexta.

Leia também:

Websérie abre canal de diálogo com adolescentes e jovens

Setembro amarelo

O aplicador da disciplina ficou impressionado com o interesse de vários alunos. Alguns deles não se contentaram em assistir a apenas um ou outro episódio, porém logo fizeram a tradicional maratona e viram tudo até o final. Entusiasmado com o que passou a ser falado, nas aulas, por conta do conteúdo da série, Washington criou, então, alguns cards. São imagens virtuais que servem para divulgar todo o tipo de conteúdo com linguagem bem adaptada ao consumo digital. Essa ação fomentou a associação do que eles assistiam com o que a disciplina previa que fosse abordado.

O trabalho é intensificado em setembro. É o período sugerido para esforços mundiais na promoção de ações de valorização da vida e de alerta contra o suicídio. Nas aulas, o aplicador explica que o objetivo é sempre o de refletir sobre relações saudáveis e, principalmente, promover ações do bem relação a próximo. A ideia é reduzir o preconceito e a agressividade. Ele, inclusive, afirma ser grato pela existência da produção porque contribui, também, para o próprio fortalecimento de sua fé e abriu um canal de conversação com os alunos.  “Eu vejo que esse tipo de série pode ajudar muitos jovens para perto de Jesus”, afirma. Washington e os alunos já esperam ansiosamente pela próxima temporada.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox