Notícias Adventistas

Mais de 2 mil adolescentes do DF fazem campanha de conscientização contra o suicídio

Grupo também realizou ações sociais durante acampamento on-line

Por Jenny Oliveira e Rafael Brondani 8 de setembro de 2021

O clube de Desbravadores, mantido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, é formado por meninos e meninas com idades entre 10 e 15 anos. (Foto: Divulgacão)

Mais de 2500 desbravadores de Brasília e Entorno saíram nas ruas durante o final de semana e feriado para distribuir livros à comunidade. O objetivo é incentivar a leitura e levar uma mensagem de esperança às pessoas que estão passando por problemas, sejam eles físicos, emocionais ou financeiros.

O clube de Desbravadores, mantido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, é formado por meninos e meninas com idades entre 10 e 15 anos, de diferentes raças, classes e religiões. Reúnem-se, em geral, uma vez por semana para aprender a desenvolver talentos, habilidades, percepções e o gosto pela natureza.

No mês em que se combate o suicídio e a depressão, a ação serve para fortalecer a campanha conhecida como Setembro Amarelo e também faz parte de um desafio lançado pelo 1º Campori On-line de Desbravadores da região Centro-Oeste do Brasil. Ao todo, mais de 15 mil adolescentes participaram das ações nos Estados do Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

O Campori acontece de quatro em quatro anos, reunindo todos os clubes de Desbravadores da região. Este ano, por conta da pandemia, o evento precisou ser adaptado para o formato on-line, mas nem por isso deixou de promover atividades sociais para que cada clube fizesse em sua cidade.

No Distrito Federal, mais de 35 mil peças de roupas foram arrecadadas pelos desbravadores, desafio que também foi lançado pelo evento. As doações foram encaminhadas para instituições que ajudam pessoas necessitadas.

O líder dos clubes para o Planalto Central, Ivay Araujo, ressalta que realizar um Campori on-line é um grande desafio. “Manter a turma conectada, promover a interação e colher resultados espirituais foi um dos grandes propósitos”, frisa.

Ivay também comenta que o Planalto Central participou com a maior quantidade de pessoas de toda a união Centro-Oeste. “Tivemos vários campeões ao longo do evento, como, por exemplo, o clube campeão do projeto livro missionário que foi para o Ave Branca. Nossas crianças realmente estão motivadas a serem protagonistas na história da salvação. Louvado seja Deus”, destaca Araujo.

Solidariedade

Além das ações sociais, os adolescentes acompanharam a programação on-line até a manhã desta terça-feira, dia 7, interagindo e participando de desafios, games e competições. Toda a estrutura de palco e transmissão foi montada em Goiânia, no Espaço Dois Ipês. São 225 metros quadrados de palco, com três telões de led, som e iluminação.

Isabela Alves foi uma das participantes e aprovou a iniciativa. “Foi uma experiência incrível. Me diverti muito participando dos desafios e das programações. Pude interagir com meus amigos e com outras pessoas de modo on-line. Além disso, aprendi várias lições com a história da menina cativa, e de como podemos ser protagonistas fazendo a diferença na vida das pessoas”, conclui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox