Notícias Adventistas

Desafio incentivará adolescentes a interagir mais com a Bíblia

Objetivo é intensificar realização de quiz com a intenção de estudar mais a Bíblia e livros de Ellen White, como a série Conflito.

Por Felipe Lemos 12 de janeiro de 2019

Classe do templo adventista de Águas Claras, onde o desafio bíblico é um dos pontos importantes (Foto: Felipe Lemos)

Ao longo do tempo, a Igreja Adventista do Sétimo Dia tem desenvolvido sistemas capazes de ajudar os adolescentes a desenvolver o gosto pelos ensinos bíblicos na linguagem compreendida por eles. Assim, a partir de janeiro, a denominação estimulará práticas diferentes no novo ciclo de estudo da Lição da Escola Sabatina.

E, desta vez, com o uso da tecnologia digital para incentivar os desafios de perguntas e respostas sobre o conteúdo estudado semanalmente. Aos sábados, eles poderão participar de um quiz nas classes espalhadas pelas congregações adventistas sul-americanas.

Leia também:

Na classe de adolescentes da igreja adventista de Águas Claras, no Distrito Federal, o modelo já ocorre há mais de um ano. Um dos coordenadores, Thiago Taveira, explica que até 70% dos adolescentes participam ativamente das “competições” sabáticas. “O benefício principal foi o de conseguir que alunos que normalmente não se interessam e nem se aprofundam assim o fizessem”, ressalta.

Tiago durante apresentação do quiz para os adultos. Ideia é que pais apoiem e motivem os filhos a estudar mais também (Foto: Felipe Lemos)

Por meio de uma plataforma digital, simples de ser usada, meninos e meninas testam seus conhecimentos. Respondem a perguntas baseadas, também, numa série de livros chamada Conflito. A coleção é uma adaptação das obras de Ellen White sobre o conflito entre o bem e o mal, que incluem títulos como O Grande Conflito, Patriarcas e Profetas, e outras.

Tem pontuação registrada e premiações mensais e trimestrais para os melhores colocados. Taveira destaca, no entanto, que apenas a realização do quiz não basta para ter um grupo de adolescentes focados no estudo da Bíblia. A sala temática, a preocupação com a forma como a lição é abordada e, principalmente, o carinho demonstrado pelos participantes, faz toda a diferença.

Ele, sua esposa Daisy e o amigo Paulo Ramos assumiram os meninos como seus novos filhos. A classe que começou com apenas seis participantes em um ambiente pouco convidativo e mal ventilado hoje é um espaço climatizado, que inspira criatividade e motiva uma nova geração a entender que a Bíblia é válida para a sua realidade.

O professor ressalta, ainda, a necessidade de uma equipe coesa. Hoje, a classe dos adolescentes possui quase 50 alunos matriculados. “Importante é ter a mensagem na linguagem deles, motivá-los e alcançá-los”, afirma Taveira.

Veja o vídeo promocional sobre a série Conflito:

Modelo expandido

A líder de Ministério da Criança e do Adolescente da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul, Gláucia Clara Korkischko, explica que o uso deste tipo de plataforma digital para quiz com adolescentes será expandido para as congregações sul-americanas neste ano.

A cada quatro anos, há um novo ciclo do guia de estudos voltado aos adolescentes na Igreja Adventista. E, a partir de janeiro, a motivação é para que a turma estude semanalmente conteúdos dos livros da série Conflito, além da Lição da Escola Sabatina. Os temas são profundos e falam da luta do bem e do mal ao longo da história, da origem do pecado, de como viveram os patriarcas e profetas bíblicos. Mas tudo com uma linguagem adaptada.

“Queremos que as congregações realizem semanalmente o quiz, por isso estamos desenvolvendo uma plataforma customizada para uso das Bases. Esta customização ficará pronta para ser adotada em julho deste ano, mas, antes, sugerimos que se façam os concursos com perguntas e respostas com material impresso ou em outras plataformas já usadas anteriormente”, comenta a líder.

Para a realidade sul-americana, com mais de 27 mil congregações em oito países, o primeiro trimestre de 2019 não vai prever pontuação nos concursos. Será uma fase de testes e avaliações. A ideia é que a maioria das classes de adolescentes realize, nos próximos anos, o quiz semanal e o desafio trimestral.

Gláucia, assim como Thiago, ressaltam a importância de que a Base não se limite a realizar apenas concursos com tecnologia digital para aferir conhecimento sobre a Bíblia. Nos desafios trimestrais, os adolescentes participarão de atividades em grupo com encenações, projetos sociais, entre outras atividades. “Acreditamos no desenvolvimento integral das pessoas. Os meninos e as meninas farão bom uso da tecnologia para aprender, porém crescerão na convivência uns com os outros em demais atividades”, finaliza Gláucia.

Os materiais e as informações sobre o quiz e outros projetos podem ser encontrados com as líderes das sedes administrativas regionais e locais da Igreja Adventista do Sétimo Dia, bem como, no site do Ministério da Criança e do Adolescente.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox