Notícias Adventistas

Adolescente

Adoletchê movimenta adolescentes no Rio Grande do Sul

Encontro reuniu 800 pessoas para contemplar o bom desempenho individual e em grupos das bases do Geração 148 da comunidade adventista.


  • Share:

Premiações pelo bom desempenho individual e de grupos das bases do Geração 148.

Adolescentes de toda a região norte do estado do Rio Grande do Sul se reuniram no Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS), na cidade de Taquara (RS), no último final de semana de outubro, (30 – 31), para participar do “Adoletchê – Desconectados”, um evento que apresentou palestras, músicas, brincadeiras e concursos totalmente direcionados aos adolescentes.

As atividades ocorreram no Multiuso, um ginásio de esportes da instituição, onde um palco foi montado respeitando todas as regras de segurança contra covid 19.

No início da manhã de sábado (30) ocorreu louvores, dramatização e palestras com alguns assuntos sobre exposição nas redes sociais, relacionamentos, sexualidade, comunhão com Deus, entre outras questões que permeiam o cotidiano dos adolescentes. Os momentos musicais ficaram por conta do Coral dos Adolescentes do IACS e banda do IACS.

No período da tarde, cerca de 500 adolescentes participaram da campanha Impacto Esperança, projeto que já existe desde 2007 em toda América do Sul e tem a proposta de distribuir literatura com mensagens de conforto e esperança. A cada ano um novo livro é produzido, sempre alinhado às necessidades atuais. Dezenas de milhões de exemplares já foram entregues e transformaram a vida de seus leitores.

Só em Taquara 1.600 exemplares do Livro: “Esperança além da crise” foram distribuídos. Uma feira de saúde também foi realizada na rua principal da cidade e no bairro Empresa, além dos livros, foram distribuídos alimentos e brinquedos. No IACS um grupo de 300 alunos que residem no internato, escreveram mais de 400 cartas que serão entregues para o Lar Padilha, um lar de crianças para adoção, uma parte para o presidio municipal e funcionários do IACS. Também foi realizado lives, vídeos para meditação, versos de esperança que foram espalhados pelo campus e ligações para funcionários. Só na região norte do Estado, foram distribuídas 210 mil unidades do livro missionário.

O Adoletchê foi muito especial principalmente para o Arthur Mendes e Emanuelle Sandin Osório, esses adolescentes entregaram a vida a Jesus por meio do Batismo.

No período da noite ocorreu a premiação do projeto Celebra Verão. A cerimônia teve como objetivo contemplar o bom desempenho individual e em grupos das bases do Geração 148 da comunidade adventista. Ocorreu também a final do concurso BEP (Bom do Espírito de Profecia) Teen, que visa estimular o estudo dos livros da escritora cristã Ellen Gould White. A vencedora do BEP Teen foi Júlia Emily da Silva, da cidade de Passo Fundo (RS). Ela se classificou para uma nova etapa da competição que ocorrerá em dezembro deste ano, na qual terá de enfrentar competidores do Paraná, Santa Catarina e de outras localidades do Rio Grande do Sul.

No Domingo (31), o encerramento foi com a atividade do Trillife uma atividade que visa influenciar a prática de atividades físicas e desenvolver bons relacionamentos sociais.  O Trillife possui provas de destrezas intelectuais, provas radicais, desafios de agilidade e de estratégias. As provas foram desde tirolesa, lama, trilha da memória, quebra cadeado às provas na piscina. Mas todas sendo supervisionadas e atendendo a todas as medidas de segurança. Para tanto, um estande de enfermaria móvel foi montado caso houvesse alguma eventualidade. Tendo um enfermeiro de plantão durante todo o evento.

Para Cláudia Graepp, líder do departamento de adolescentes da sede administrativa da Igreja Adventista para o norte do Rio Grande do Sul, esse encontro foi importante para a socialização dos adolescentes tendo em vista o período de isolamento social devido a pandemia pela covid 19. “Diante de tudo que nós vivemos do ano passado para cá devido a covid 19, poder realizar um evento de forma presencial trouxe muita alegria para os adolescentes, proporcionou momentos de amizade, relacionamentos, de conexão com Deus e uma oportunidade de se desconectar um pouco da tecnologia, isso é fundamental para boa saúde emocional deles”, explica Graepp.

Assistiram à programação 800 pessoas, entre adolescentes e seus líderes nas comunidades adventistas. Todos vindos de diversas cidades de todo o norte gaúcho.

O Adoletchê ocorre a cada dois anos. A próxima edição está prevista para 2023.