Notícias Adventistas

Adolescentes adventistas visitam comunidade de venezuelanos em Salvador

Por Roberto Alves 14 de fevereiro de 2020

Foram doados pelo projeto Meu Campo é o Mundo, cerca de trinta kits escolares aos adolescentes venezuelanos.

Devido a grave crise política e econômica instalada na Venezuela, milhares de venezuelanos vieram para o Brasil. A porta de entra é o estado de Roraima, que faz fronteira com Venezuela. Em busca de um recomeço é que muitos deles se deslocam para outras regiões do país para conseguir oportunidades de emprego para reconstruirem suas vidas.

Nikol, vive há cerca de um ano no Brasil e há menos de um meses na Bahia.

Esse fluxo migratório gerou casos de xenofobia, que é a aversão ou discriminação a pessoas estrangeiras. Como conta Nikol Orenze, uma adolescente de 13 anos de idade que sentiu isso na pela, na escola onde começou a estudar aqui no Brasil. “Foi um pouco difícil, porque eles não gostam de fazer dupla com pessoas estrangeiras porque pensam que não sabem, mas a maioria de nós tem interesse pelas coisas. Eu mesma, aprendi português lá direitinho porque eu me esforcei pra aprender”, afirma Nikol.

Na tentativa de amenizar o sofrimento dessas famílias venezuelanas, é que a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), realiza uma projeto onde busca emprego para famílias que migraram para o Brasil. “Daí ele são trazidos de Roraima para fazer a interiorização na Bahia com a proposta de emprego. O projeto ainda contempla alguns benefícios como kit cozinha, kit casa, é pouco, mas ajuda nos primeiro meses em que estão se estabilizando aqui na região”, lembrou Edilaura Mota, Coordenadora e Supervisora dos projetos da ADRA na Bahia.

Na última quarta (5), adolescentes adventistas que participam do projeto Meu Campo é o Mundo, visitaram as famílias venezuelanas que vivem no bairro de Areia Branca em Salvador, para conhecê-los, entregar kits escolares para a volta as aulas e orar com eles.

Segundo Eliane Lopes, Líder do Ministério da Criança e do Adolescente para os estados da Bahia e Sergipe, o projeto Meu Campo é o Mundo, “consiste num intercâmbio de oração com adolescentes e jovens de outros lugares do mundo”, lembra.

Assista como foi a visita:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox