Notícias Adventistas

Motociclistas distribuem 12 mil livros Viva com Esperança no Motocapital em Brasília

Com o objetivo de evangelizar sobre duas rodas, motociclistas adventistas de diversas partes do Brasil se reuniram na capital federal.


  • Share:
f709f70c183985e087c87792f827437e

Os cultos realizados no santuário AMM também receberam visitas. (Foto: AMM)

Brasília, DF... [ASN] “Fazer o que é preciso do jeito que eu gosto. Esse é o lema do Adventist Motorcycle Ministry - AMM (Ministério dos Motociclistas Adventistas)“. E esse slogan foi colocado em prática no XI Brasília Motocapital, maior evento de motociclistas da América Latina, e terceiro maior do mundo, que foi realizado no Parque de Exposições da Granja do Torto, em Brasília. Cerca de 450 mil pessoas circularam pelo evento entre os dias 22 e 26 de julho.

Para os motociclistas adventistas, o programa foi mais uma oportunidade de espalhar a mensagem de esperança e salvação. Ao todo, 107 motociclistas vindos de Rondônia, Pará, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Distrito Federal se reuniram em Brasília e distribuíram 12 mil exemplares do livro Viva com Esperança. “Nosso objetivo ao participar desses eventos é levar a Palavra de Deus para essas pessoas que, talvez se não fosse assim, não ouviriam. E como estamos vestidos caracterizado como eles, a receptividade é muito maior”, explica Leomar Gehrke, presidente nacional do AMM.

A distribuição dos livros Viva com Esperança começou na abertura do evento e seguiu até o sábado, 25. Todas as noites, os motociclistas do AMM participavam do moto culto, realizado no santuário AMM, nome que deram à tenda onde os cultos aconteciam. Depois eles se dividiam em grupos para a entrega dos exemplares. “A gente saía em equipes por dentro do evento, caminhando e entregando os livros. Tem alguns que rejeitam, é normal, mas a maioria recebe, gosta e agradece. Chega uma hora que a gente vai entregar, mas a pessoa já tem o livro”, conta Gehrke.

Cumprindo a missão

4a035755596c2f75b287ea0eaa7cfe2e

Erasmo Carlos foi um dos convidados para os shows do Brasília Motocapital. No voo de volta para o Rio ele recebeu o livro Viva com Esperança. (Foto: Raphael Barreto)

Além das pessoas que receberam a obra durante o programa, teve gente que esteve no Motocapital, mas foi receber o Viva com Esperança no avião. Um grupo de cinco membros do AMM de Campos, no Rio de Janeiro, não teve condições, por diversas razões, de ir a Brasília com sua moto. “Mas, mesmo de avião, cumprimos a missão”, conta André Cabrerizo. Quando o grupo entrou na aeronave para voltar para casa, o cantor Erasmo Carlos já estava assentado na primeira fileira. “A gente tinha livros na mochila e então eu entreguei um pra ele. Eu me apresentei e disse que gostaríamos de deixar um presente com ele”, completa o motociclista, animado ao relembrar o fato. “O Erasmo não teria recebido o livro se não fosse dessa forma. Estamos gratos a Deus pelo trabalho”, enfatiza Cabrerizo.

Ele e seus amigos reconheceram que no lema do AMM, “Fazer o que é preciso” vem antes de “do jeito que eu gosto“. E assim, mesmo tendo que ir de avião, não deixaram de participar. “Eu fico maravilhado em ver como Deus nos usa mesmo sendo nós quem somos“, afirma. André Cabrerizo é um dos fundadores do AMM de Campos, no Rio, que foi inaugurado no dia 17 de março deste ano.

AMM em Brasília

DSC_0647

Motociclistas adventistas na sede da Igreja Adventista para o Centro-Oeste - UCOB. (Foto: Raíssa Almeida)

No dia 25 de julho o AMM em Brasília completou um ano de formação. Atualmente, o grupo conta com aproximadamente 35 motociclistas e suas esposas. Para a comemoração de um ano de existência, foram preparados botons especiais para colocar nos coletes dos motociclistas que participaram.

Durante o ano, os participantes desenvolvem diversas ações comunitárias. “Distribuímos literatura, visitamos orfanatos, clínicas de recuperação, distribuímos cestas básicas e vamos a asilos com um propósito: levar a mensagem de esperança e salvação às pessoas que necessitam e desejam“, explica Marcelo Leuck, integrante do grupo que também participou da fundação do ministério em Brasília no ano passado.

Na quinta-feira, 23, uma parte do grupo visitou as sedes da Igreja Adventista em Brasília (Associação Planalto Central), para o Centro-Oeste (União Centro-Oeste Brasileira) e para a América do Sul (Divisão Sul-Americana). Além disso, no sábado pela manhã todo o grupo dirigiu a Escola Sabatina na igreja do Sudoeste, na capital federal.

Frutos do ministério

Hoje o AMM já tem 40 sedes no Brasil, em 10 Estados. Além disso, Gehrke conta que a média que se tem mantido é de um batismo por mês em algum lugar do País de pessoas que estão conhecendo agora a Palavra de Deus ou que estavam afastadas da Igreja Adventista e estão retornando em função do ministério. “Tem sido uma bênção“, se alegra o presidente nacional do grupo. [Equipe ASN, Deborah Lessa]