Notícias Adventistas

Mega Missão Jovem envolve milhares em ações voluntárias

Ação jovem foi forte em Pernambuco e reuniu uma série de atividades comunitárias e missionárias.

1 de julho de 2014
Entusiasmo dos pernambucanmos revolucionou cidade do interior

Entusiasmo dos pernambucanmos revolucionou cidade do interior

Carpina, PE … [ASN] “Esse grupo invadiu a cidade para fazer coisas boas, e Carpina estava precisando de uma iniciativa como essa”. O depoimento é de Carla Micaely, uma das moradoras da cidade da Mata Norte do estado de Pernambuco, que acompanhou de perto as ações do Mega Missão Jovem. Na sexta-feira, dia 27, a dona de casa ouviu o assunto sendo comentado na rádio local. No sábado, 28, recebeu um convite para a programação no bairro em que mora. E no domingo, levou os filhos para brincarem de graça em um parquinho montado pelos jovens adventistas na cidade. Enquanto as crianças brincavam no pula-pula, ela soube de uma feira de saúde que estava sendo promovida pelo grupo, e resolveu verificar.

A campanha da Igreja Adventista aconteceu nos últimos dias 27, 28 29 de junho, reunindo  quarto mil jovens adventistas em Carpina. O grupo veio de diferentes cidades da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco, algumas caravanas tendo que encarar cinco horas de viagem para chegar ao local.

E mesmo no fim de semana com jogo do Brasil disputando as oitavas de final pela Copa do Mundo, e feriado de São Pedro no Nordeste, o Mega Missão Jovem foi o destaque dos meios de comunicação da região. Durante 45 minutos, a principal rádio da Mata Norte, a Nova Carpina, exibiu entrevistas ao vivo com o coordenador do projeto, pastor Péricles Barbosa, e o líder sul-americano da Igreja Adventista para a área jovem, Areli Barbosa.

 Alerta contra turismo sexual

No sábado, os quarto mil jovens se reuniram no centro da cidade para participar de uma passeata. O objetivo era alertar contra o Turismo Sexual e o uso das drogas. Clubes de desbravadores e aventureiros participaram, trazendo fanfarras e gritos de guerra. Mais de  duas mil revistas e folhetos foram distribuídos na ação, que durou cerca de 1h. Quando todo o grupo estava enfileirado na principal avenida da cidade, um flash mob chamou a atenção dos moradores. Todos os participantes ficaram de joelhos, e uma grande “ola”, começou do final da fila e chegou até o início do pelotão de 4mil pessoas. “Pra mim representou um grande privilégio participar desse momento. Estamos aqui para anunciar o amor de Jesus as pessoas”.\

Veja outras imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na hora do jogo, louvor e oração

Por volta das 13 horas, horário em que o Brasil entrava em campo para competir pelas oitavas de final, o grupo de fiéis adventistas também se reunia em Carpina, mas era para louvar e orar. Pouco tempo depois, ainda com a bola em campo, o grupo saiu da concentração, no Ginásio Josimar Menezes, rumo aos bairros da cidade. Quatro ações diferentes foram realizadas pelas equipes. O grupo verde, formado por universitários, percorreu dois bairros de Carpina realizando serenatas de porta em porta. O grupo azul, formado por jovens, distribuiu 10 mil livros A Única Esperança. A equipe amarela, composta por desbravadores, orou pedindo paz de rua em rua. E a equipe branca, formada pelos aventureiros, visitou um abrigo de idosos, distribuindo alimentos, cantando e levando palavras de conforto.

No horário do por do sol, o grupo se reuniu na praça central da cidade e realizou um culto com louvor e oração. Na manhã do domingo, 29, os grupos já estavam a postos para uma manhã de ações sociais. A equipe azul ficou responsável pela limpeza do bairro do Santo Antônio, onde nos próximos dias acontece uma programação especial da Igreja Adventista. O grupo verde realizou uma feira de saúde com palestras, atendimentos com médicos e enfermeiros, teste de glicemia, aplicação de flúor, doação de escovas de dente, e até, massagem de graça. A equipe branca fez da praça um parque de diversões, com pula-pula, camas elástica, futebol de sbão, e brincadeira lúdicas, como boliche reciclado e corrida de saco.

O grupo de cor amarela restaurou a fachada do abrigo de idosos e pintou casas na comunidade. Uma das beneficiadas foi Cleide Augusta da Silva. Ela mora na residência com um filho jovem e uma filha pequena. “Eles chegaram aqui em casa, disseram que estavam realizando esse projeto, e perguntaram se podiam pintar minha casa. Eu disse que sim, claro! Achei ótimo!”, contou.

“Ações como essa aconteceram em todo o país, aqui de forma mais intensa e concentrada nesse fim de semana, com tantas ações simultâneas. Foi muito bom ver o desempenho desses jovens, e como esses se mobilizaram para levar esperança as pessoas”, contou o pastor Areli Barbosa, que esteve os três dias na cidade, participando das ações. [Equipe ASN, Rebbeca Ricarte]

Vídeo resumo

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox