Notícias Adventistas

Funcionários da sede sul-americana adventista participam de simulação de incêndio

Atividade de simulação aconteceu pela primeira vez na sede em Brasília e mobilizou todos os servidores.

17 de julho de 2014
Os brigadistas já foram treinados anteriormente e, nessa simulação, já colocaram seus conhecimentos em prática

Os brigadistas já foram treinados anteriormente e, nessa simulação, já colocaram seus conhecimentos em prática

Brasília, DF … [ASN]  Por volta das 10h15 de quarta-feira (16/07) uma fumaça se espalhou no segundo piso do prédio. Os bombeiros foram acionados e o alarme de incêndio ativado. Foi o início da simulação de evacuação do prédio, onde todos os colaboradores agiram como se de fato estivesse acontecendo um incêndio real. O objetivo foi treinar a primeira equipe de 27 brigadistas voluntários da sede sul-americana adventista (Divisão Sul-Americana) para tomar as devidas providências em eventuais incidentes.

De acordo com o plano preventivo, os funcionários foram orientados a usar a escada e evacuar o edifício com segurança. Na sequência, o grupo aguardava do lado de fora enquanto o Corpo de Bombeiros adentrava o prédio e fazia a varredura em buscas de possíveis vitimas e tentava debelar o foco de incêndio. A simulação durou cerca de uma hora, pois este tempo é cronometrado para avaliar o deslocamento dos colaboradores de seus postos até o ponto de encontro estipulado, além de estimar o tempo de resposta dos procedimentos dos bombeiros militares.

O gerente de riscos da ARM Sul-Americana, João Luiz, destacou a importância da formação de brigadistas voluntários em uma organização. “Uma equipe bem treinada para atender em casos de emergência, pode diminuir o tempo de resposta em auxiliar os demais colegas de trabalho na evacuação do prédio, além de conhecer e manusear os dispositivos de emergências instalados na edificação.”

Segundo o diretor financeiro da Igreja Adventista para os oito países sul-americanos, pastor Marlon Lopes, a intenção é estender esse tipo de prática nas demais edificações das organizações adventistas na América do Sul. “Nós, como Divisão, temos de ser exemplo para todos os demais escritórios. Isso faz parte do plano que a Igreja tem de proteção a vida de cada um de nós. Mais do que o patrimônio, nós estamos preocupados com as pessoas que trabalham aqui dentro”.

O simulado coordenado pela ARM Sul-Americana contou com a participação do 15º Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, da Academia Moriá e da Izus Projetos e Engenharia, (PPCI). [Equipe ASN, Thayanne Braga]

Saiba mais sobre como lidar com situações de crise em instituições adventistas

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox