Notícias Adventistas

Distribuição de livros intensifica evangelismo em Cristalina

Impacto Esperança levou centenas de pessoas às ruas de cidade goiana.


  • Compartilhar:
distribuicao-de-livros-intensifica-evangelismo-em-cristalina

Funcionários da sede sul-americana adventista e membros da igreja em Cristalina saíram às ruas da cidade para distribuir o livro A Única Esperança

Cristalina, GO... [ASN] Neste sábado, dia 31 de maio, o agricultor José Maria Nunes, de 61 anos, acordou mais feliz do que o de costume. O motivo era a chegada de 192 voluntários da sede sul-americana da Igreja Adventista (Divisão Sul-Americana) na cidade de Cristalina, onde ele mora, para distribuir 13 mil exemplares do livro A Única Esperança.

Nunes é um dos mais antigos adventistas do município. A primeira reunião dos fiéis na localidade aconteceu na casa de sua mãe, em 1987, com apenas cinco pessoas. Dois anos depois foi inaugurada a primeira igreja da cidade, que foi construída por ele. Há cerca de 10 anos, diariamente, ele tem feito um pedido especial a Deus. “Eu entendo que o que está acontecendo hoje é uma resposta. Eu tenho orado para que o Senhor envie pessoas para nos ajudar. E viver isso hoje é um privilégio muito grande”, destaca em referência à vinda dos voluntários. “Meu sonho é que a cada livro distribuído pelo menos uma pessoa venha para Cristo.”

Leia também:

distribuicao-de-livros-intensifica-evangelismo-em-cristalina4

Nayara tem participado das reuniões na igreja e se comprometeu a também compartilhar a obra com outras pessoas

Com uma economia agrícola e pouco mais de 51 mil habitantes, Cristalina tem uma igreja adventista e um grupo organizado com 110 membros. Mas para comportar todos os que foram participar da distribuição dos livros – totalizando cerca de 300 pessoas, foi preciso alugar um salão. E ali o pastor Erton Köhler, presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, lembrou que cada pessoa sairia para plantar uma semente, embora não fosse possível saber em qual tipo de terreno ela cairia. “Mas há muito solo fértil para plantar! Hoje Deus vai abençoar o sonho para esta cidade”, sublinhou.

No auditório, a escrevente judiciária Nayara Langer foi a primeira a receber oficialmente a obra. Ela participava esporadicamente das reuniões da igreja, mas agora tem ido todos os sábados. E além de ganhar um exemplar do livro, foi desafiada a também entregá-lo para outras pessoas. “Eu vejo que o que aconteceu hoje foi uma resposta de Deus. Agora, meu plano é firmar ainda mais meu compromisso com Ele”, destaca Nayara, que vai entregar A Única Esperança para a mãe, sogra, tia e amigas.

Sementes

Antes de ir às ruas, o grupo presenciou o batismo do casal José Luiz e Michele Barbosa. Por influência da TV Novo Tempo e do Clube de Desbravadores, para o qual levavam os filhos para as reuniões, eles começaram a se interessar mais pela Igreja Adventista e gradualmente se envolveram nas programações. No início, ao deixar as crianças – que inclusive foram batizadas antes deles - na porta da igreja, sempre eram convidados a entrar. E aos poucos entraram para não sair mais.

Divididos em 12 grupos, os participantes visitaram as casas e comércios do município. Um dos que receberam a obra foi o mecânico Wênio Gonçalves, que em meio às atividades parou para folheá-la. Com base na capa, ele concluiu: “Acho que o que as pessoas mais precisam hoje é de esperança. Ela é a chave do futuro”, diagnostica.

distribuicao-de-livros-intensifica-evangelismo-em-cristalina2

“Acho que o que as pessoas mais precisam hoje é de esperança. Ela é a chave do futuro”, diagnostica o mecânico Wênio Gonçalves.

Cristão, ele também crê que o amor é fundamental para a convivência com os outros, mas é um dos elementos que está desaparecendo do coração do homem.     “A Bíblia diz que devemos amar nosso próximo como a nós mesmos e é isso o que tem faltado. Eu ainda não conheço o livro, mas acho que se todos lerem, digerirem o conteúdo, será de bom proveito.”

- Mas qual é a doutrina de vocês?, perguntou ele a este repórter que já estava prestes a ir embora.

- Nossa crença fundamental é a volta de Jesus. E nossos esforços se concentram em anunciar isso ao mundo, por isso você está recebendo este presente.

Animado, ele logo complementou que seria por meio do arrebatamento secreto. Expliquei que, na verdade, a volta de Cristo será um evento visível a todo o olho, como diz a Bíblia.

- E no livro vou encontrar respostas para questões como essa?

Respondi que esse era um dos temas contidos ali e que ele poderia conferir todas as referências bíblicas sobre o assunto.

Com um sorriso no rosto, apoiado em uma bicicleta, ele assegurou mais uma vez que leria a obra.

Confira a galeria de imagens:

Um dos resultados do envolvimento no Impacto Esperança foi o pedido de diversas pessoas para estudar a Bíblia. Elas posteriormente serão visitadas por membros e pela liderança local. Para se aproximar ainda mais da comunidade, também foi distribuído um convite para uma feira de saúde que acontece amanhã, 1º de junho, que contará com a presença de profissionais para atender a população e estimular o uso dos oito remédios da natureza.

Construindo esperança

distribuicao-de-livros-intensifica-evangelismo-em-cristalina3

Líderes lançam pedra fundamental do novo templo que deverá ser inaugurado na cidade em novembro

Antes de deixar a cidade, os voluntários visitaram a construção do novo templo adventista da localidade, que atenderá os fiéis que até então formavam um grupo organizado. O dinheiro para custear os materiais e a mão de obra necessária para levantar toda a estrutura vem da doação dos servidores da sede sul-americana da Igreja. A cada ano eles adotam um município visando ajudar a erguer novos locais para adoração. Com outros líderes, como o pastor Charles Britis, presidente da Igreja Adventista para Brasília e cidades do entorno (Associação Planalto Central), o pastor Erton Köhler lançou a pedra fundamental do templo, que deverá ser inaugurado em novembro deste ano.

“A verdade é que eu fui a maior impactada”, garante a jornalista Thayanne Braga, que trabalha na Adventist Risk Management Sul-Americana, seguradora da Igreja Adventista, e participa desse projeto com a Divisão Sul-Americana pela segunda vez. “É uma oportunidade que temos de ter contato com as pessoas e ver como elas precisam de Jesus, que estão sedentas. Tive oportunidade de conversar e orar com algumas delas e falar de esperança”, relata. “Espero voltar no fim do ano e encontrar essas mesmas pessoas na igreja." [Equipe ASN, Jefferson Paradello]