Notícias Adventistas

Valdeci Júnior

Valdeci Júnior

Reavivamento e Reforma

A espiritualidade que leva à prática

3 características de um verdadeiro discípulo

O verdadeiro discipulado exige foco na vontade de Deus. (Foto: Shutterstock)

De que maneira poderíamos ser classificados como discípulos de Jesus? Leia a história que está em João 1:35-42. Ela pode nos ensinar um pouco sobre isso. André e João (filhos de Zebedeu) já eram discípulos de João Batista (filho de Zacarias). E, desse discipulado, aqueles dois tornaram-se discípulos de Jesus. A seguir, algumas características que diferem esses homens escolhidos.

  1. Se interessa por Deus

Os verdadeiros discípulos não ficaram somente escutando superficialmente, mas deram ouvidos ao testemunho dado pelo professor João Batista em relação Àquele homem aparentemente desconhecido e comum. Porque nos interessamos por Cristo dando ouvidos aos testemunhos que dizem a Seu respeito. Além disso, eles não se contentaram em somente “ouvir da Sua Palavra”. Eles fizeram algo mais, ao dar um segundo passo de alguém que realmente se interessa por outro. Quando perguntaram “Mestre, onde moras?”, buscaram conhecê-Lo mais.

Até onde tem ido nosso relacionamento com Jesus? Temos nos contentado em ‘ouvir falar’ desse Jesus a quem professamos seguir, ou temos procurado conhecer-Lhe mais e mais através de um relacionamento mais estreito e direto com Ele? Interessamo-nos por Cristo buscando conhecer mais sobre Ele.

  1. Escolhe estar ao lado de Deus

Toda decisão requer submissão. André e João demonstraram a veracidade e a sinceridade de seu interesse através de seus atos. Eles decidiram seguir a Cristo! Dispuseram-se em ir após Ele e participar de Seu caminho. Colocamo-nos ao lado de Cristo decidindo segui-Lo (João 1:37). Jesus achou importante não somente fornecer o número da casa e o nome da rua de Sua residência aos dois curiosos, mas desafiou-os com duas propostas: “Venham e vejam”. E a Bíblia faz questão de mencionar que eles agiram exatamente segundo as propostas de Cristo: indo e vendo onde Jesus residia. Colocamo-nos ao lado de Cristo aceitando suas propostas.

  1. É transformado por Ele

A verdadeira mudança começa nas instâncias mais íntimas, como, por exemplo, no lar. É quando se pode dizer: “- O Sr. Fulano é cristão até em casa!” André começava a ser uma testemunha de Jesus dentro de seu próprio círculo familiar. Ele “buscou comunicar o júbilo que lhe enchia o coração. Indo à procura de Simão, seu irmão, exclamou: ‘Achamos o Messias’!” (O Desejado de Todas as Nações, p. 139). Somos transformados por Cristo para dEle testemunhar. E a própria identidade de Simão foi mudada. Ele deixou de ser o Simão para ser o Pedro. Antes ele era definido em termos do passado: “filho de João”. Agora sua identidade seria compreendida em termos do futuro que se esperava para ele: ser um “homem rocha”. O verdadeiro discípulo deixa-se ser moldado por Aquele que o chamou. Somos transformados por Cristo quando acontece o abandono das velhas coisas.

Um ciclo de reavivamento

Entende o discipulado? A pessoa que se tornou realmente seguidora de Cristo, torna-se alguém que irá conduzir outros a se interessarem pelo Grande Mestre; ouve e busca conhecimento por si mesma; se coloca ao Seu lado; decide segui-Lo e aceita Suas propostas; se permite ser transformada por Ele em sua vida pessoal e em seu raio de influência sobre outros. É um ciclo.

Em que etapa do discipulado você se encontra? Jesus é somente um personagem comentado e distante, ou é uma pessoa que verdadeiramente tem despertado seu interesse? Como anda o seu esforço em saber cada dia mais a respeito de Cristo? Você tem aceitado as mudanças de vida que Ele propõe para seu cristianismo? Arde, calorosamente, dentro de você, o grande desejo de sair contando de Jesus a outros e levando-os até Ele? Somos reavivados e reformados quando nos tornamos discípulos dEle. Seja um discípulo de Cristo!

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox