Notícias Adventistas

Ricardo Vargas

Ricardo Vargas

Bem nutrido

Orientações e dicas práticas e fáceis sobre como se alimentar bem e ter qualidade de vida

Como manter seu cérebro jovem – Parte 2

Desafiar o cérebro a novos hábitos ajuda a mantê-lo jovem (Foto: Shutterstock)

No primeiro artigo desta série (para ler, clique aqui), vimos que hábitos como manter o peso ideal, fazer atividades físicas regulares e não fumar são fundamentais para a saúde, desenvolvimento e preservação do cérebro. Agora, analisaremos outras práticas que podem trazer benefícios para nosso supercomputador biológico.

Aumente o consumo de ômega 3: não se iluda acreditando que o peixe é fonte de ômega 3. Durante seu transporte e comercialização, o peixe entra em contato com a luz solar ou a luz fluorescente das gôndolas, que destroem o ômega 3. Você pode consegui-lo usando suplementos ou simplesmente consumindo mais linhaça ou chia. Essa gordura é fundamental para a formação da bainha de mielina do cérebro.

Tome mais sol: antes das 9h da manhã, tomar sol gera estímulo para a produção da serotonina (hormônio da felicidade), que ajudará na estabilização do humor, fundamental para o bom funcionamento cerebral. Já o sol do horário mais quente do dia deve ser tomado com a finalidade de estimular a produção da vitamina D, que é necessária para manter a integridade cerebral. No entanto, não se deve abusar do sol no horário mais quente, mas é necessário estar exposto a ele sem o uso de protetor e expondo a pele diretamente sem proteção de roupa. O tempo de exposição depende da cor da pele: negra, 30 min; parda, 20 min; branca, 15 min, pelo menos quatro vezes por semana.

Não consuma álcool: bebidas alcoólicas são absorvidas muito rapidamente a nível intestinal. Elas vão diretamente para o cérebro, atravessam a barreira encefálica e promovem morte neuronal. Além deste problema, o álcool desidrata o cérebro, que é composto por 83% de água. A hidratação é importante para promover a transmissão dos impulsos elétricos. Com a redução dela, os reflexos ficam prejudicados. O álcool ainda pode ocasionar a hipertensão.

Durma mais cedo: o sono é dividido em dois tempos: cada um com característica diferente do outro. O primeiro é chamado de regeneração, e nele acontecem processos que são fundamentais para manutenção da integridade cerebral. Ele tem seu início às 21h30 – e por isso devemos dormir o mais próximo deste horário – , indo até às 2h00 da manhã. Neste momento, o cortisol – o hormônio do estresse – é controlado. É quando também é liberado o GH – hormônio do crescimento -, que coloca a casa em ordem durante a noite. O segundo tempo de sono é dedicado à construção da memória. Todas as informações e experiências vividas durante o dia e que foram armazenadas no sistema límbico são transferidas para o córtex pré-frontal, ou memória de longo prazo.

Construa bons relacionamentos: o homem não foi feito para viver só. A arte de se relacionar foi esquecida. Por isso, as pessoas estão sofrendo com problemas emocionais como estresse, ansiedade, depressão, síndrome do pânico, entre outros. Muitas vezes, quem fala são os medos e os pensamentos aprisionados por janelas traumáticas. Somos pouco sensitivos, mas muito reativos, e qualquer coisa que nos incomode no outro é motivo para reagir. Perdemos a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro, de sentir a dor do outro, de ver com os olhos do outro. Os relacionamentos que deveriam navegar por mares calmos tem encontrado muita tormenta pela frente. Isso tem gerado mais agitação cerebral e menor capacidade de plasticidade neural.

Mantenha o cérebro ativo: quem não é usado, atrofia. Essa regra vale para o cérebro também. Para mantê-lo jovem, ele precisa de desafios. Portanto, busque fazer coisas novas, como aprender outro idioma, ler livros que não sejam de sua área de domínio, fazer palavras cruzadas, sudoku, começar um esporte diferente, iniciar uma nova faculdade. O importante é que seu cérebro seja desafiado.

Beba mais água: manter o nível de hidratação é fundamental, mas não se engane: beber água é uma parte do processo. Tenha cuidado com alimentos, bebidas e medicamentos que promovem desidratação. Ingira no mínimo 30 ml de água por quilo de peso se você é do sexo masculino, e 35 ml se for do sexo feminino.

Desenvolva um relacionamento com Deus: pesquisas tem demonstrado que pessoas que se relacionam com Deus pela manhã conseguem se controlar melhor durante o seu dia, tem uma diminuição do estresse e aquietam regiões vigilantes do cérebro. Além destes benefícios, os estudos apontam que as práticas religiosas aumentam a espessura do córtex pré-frontal, local onde a racionalidade é desenvolvida e onde são processadas as informações para se fazer escolhas. Isso quer dizer que você pode se tornar mais racional e menos impulsivo se desenvolver um relacionamento com Deus.

Portanto, mantenha seu cérebro jovem e lembre-se: recordar é viver. Não se esqueça de valorizar o presente para que no futuro você tenha novas experiências para recordar.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox