Notícias Adventistas

Paulo Coelho

Paulo Coelho

Finanças em dia

Dicas, orientações e conselhos sobre como manter as contas pessoais em dia levando em conta a Bíblia.

Cuidados necessários com as dívidas!

Endividamento é um grave problema, gatilho para muitos divórcios. (Foto: Migalhas.com.br)

“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.” 1 Pedro 5:8. É do conhecimento dos cristãos que o fim está perto e o texto nos lembra para sermos sóbrios. Nosso adversário sabe que pouco tempo lhe resta e por isso usa diversas táticas para destruir aquilo que Deus fez no sexto dia, a família.

Leia também:

Nos noticiários, vemos reportagens de situações que afrontam diretamente o modelo bíblico de família como, por exemplo, o casamento entre pessoas do mesmo sexo. No entanto, existem estratégias do inimigo de Deus que, apesar de desapercebidas, são de igual modo perigosas. Eu me refiro ao endividamento, uma sutil estratégia utilizada para destruir as famílias. O endividamento traz consigo algumas consequências, discussões cada vez mais acaloradas, clima tenso entre os cônjuges, desconfiança. E chega, em muitos casos, ao divórcio.

Segundo a Associação Americana dos advogados, as dificuldades financeiras são responsáveis por 89% dos divórcios daquele país. É bom lembrar que as dificuldades financeiras são normalmente resultado de escolhas baseadas na emoção do momento ou pelo desejo de obter algo que o marketing diz que você precisa ter.

Pesquisa

Pesquisa realizada, em maio de 2020, pela CNC (Confederação Nacional do Comércio) revela que 66,5% das famílias estão endividadas. No mesmo período do ano anterior, eram 63,4%. Onde estas dívidas foram contraídas? Segundo a pesquisa, 76,7% das dívidas estão no cartão de crédito, 18% em carnês e 11,1% em financiamento de veículos.

A escritora americana Ellen White, em seu livro Administração Eficaz, à página 249, afirma: “Muitos, muitíssimos, não se educaram de modo a poderem conservar seus gastos dentro de limite de suas entradas. Não aprendem a se adaptar às circunstâncias, e vez após vez tomam emprestado, tomam emprestado, ficando sobrecarregados de dívidas e consequentemente desanimados.”

Se você não quer ficar desanimado, não quer trazer dificuldades financeiras para sua vida e para seu casamento, tenha por hábito algumas ações preventivas:

1.Faça orçamento familiar participativo;

2.Planeje gastos a curto, médio e longo prazo;

3.Compre tudo à vista;

4.Se usar cartão de crédito, pague 100% da fatura;

5.Viva dentro do estilo de vida que sua receita permitir;

6.Nunca gaste mais do que recebeu;

7. Todos os meses, separe 10% de suas receitas para investimentos e, se possível, invista mais

8. Ensine à sua família a diferença entre importante e essencial;

9. Apresente para os membros de sua família os resultados do planejamento.

Lembre-se: “Lâmpadas para os meus pés é a sua palavra e luz para o meu caminho.” Salmos 119:105. O texto bíblico é claro. Mantenhamos a Bíblia e os escritos de Ellen White firmes em nossa mente. Assim, nossas famílias estarão protegidas e nossas finanças estarão em dia.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox