Notícias Adventistas

Herbert Boger

Herbert Boger

Primeiro Deus

Histórias e provas de fidelidade a Deus em todos os momentos e circunstâncias da vida.

A recompensa de colocar primeiro Deus na família

Famílias devem buscar a Deus diariamente na primeira hora do dia (Foto: Shutterstock)

Neste ano, a ênfase do programa 10 dias de Oração da Igreja Adventista para oito países da América do Sul será a Família. O título da revista, “Primeiro Deus na Família”, fala por si mesmo, mas vamos ampliar e clarificar o tema.

Aquele que coloca primeiro Deus em sua vida e na de sua família tem uma cosmovisão bíblica diferente dos que não o fazem. “Que darei ao meu Senhor por todos os Seus benefícios para comigo?” (Salmos 116:12). Nos versos anteriores, o salmista destaca os benefícios recebidos: “Ele ouve as súplicas”, “me salvou da morte”, “compassivo, “misericordioso”, “livrou meus olhos das lágrimas, da queda, meus pés”. A atitude do escritor diante destes benefícios é a resposta da pergunta do verso 12.

“Andarei na presença de Deus”, “invocarei o nome do Senhor”, “oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graça”, “cumprirei meus votos”. Os conteúdos do “Primeiro Deus na Família” contemplam exatamente estes mesmos benefícios e atitudes, e lhe dará a oportunidade de renovar os votos com Deus.

Até a própria ciência vem estudando os a relação entre recompensa e espiritualidade. As experiências religiosas e espirituais ativam os circuitos de recompensa do cérebro da mesma maneira que o amor, o sexo, o jogo, as drogas e a música, de acordo com um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Utah (Estados Unidos) e publicado na revista científica Social Neuroscience.

Deus promete “recompensas” aqui e na eternidade

“A adoração prestada em sinceridade de coração tem grande recompensa, como reforça a Bíblia. “Teu Pai, que vê em segredo, te recompensará” (Mateus 6:6). Já a escritora cristã Ellen White aconselha: “Estudem com oração Sua Palavra. Não a deixem de lado por nenhum outro livro. Esse livro convence do pecado. Revela plenamente o caminho da salvação. Apresenta alta e gloriosa recompensa” (Testemunhos para a Igreja, volume 1, p. 163).

Como afirma o pastor Alejandro Bullón: “Na vida cristã não basta nascer. É preciso sobreviver, se desenvolver, crescer e refletir o caráter de Jesus Cristo. Para que o crescimento seja uma realidade, é preciso orar e estudar a Bíblia todos os dias e trazer outros para Jesus” (Crescendo em Graça, p. 8). É o que o apóstolo Paulo escreveu aos Colossenses, no capítulo 4: 1-6: “orar”, suplicar”, “Deus abre as portas” para falar de Jesus com palavras sempre “temperadas com sal”.

Ellen White apresenta isso de forma clara e prática. “Há grande necessidade de oração secreta, mas também é necessário que vários cristãos se reúnam, enviando com fervor suas orações a Deus. Jesus está presente nesses pequenos grupos, o amor pelas pessoas se aprofunda no coração, e o Espírito Santo aplica Suas poderosas energias, para que os instrumentos humanos se ponham em atividade, com vistas a salvar os que estão perdidos (Exaltai-o, p. 417).

Veja um dos benefícios e recompensas. “O prazer de fazer bem a outros, comunica aos sentimentos um ardor que eletriza os nervos, vivifica a circulação do sangue, e produz saúde física e mental (Testimonies, vol. 4, pág. 56).

Experimente estas recompensas presentes e eternas de forma pessoal, com sua família e igreja. Baixe a revista e descubra algumas que você pode desenvolver.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox