Notícias Adventistas

Herbert Boger

Herbert Boger

Primeiro Deus

Histórias e provas de fidelidade a Deus em todos os momentos e circunstâncias da vida.

A promessa do Dono do Mundo

(Foto: Shutterstock)

A promessa feita a Abraão, em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gênesis 12:3), envolveria todas as famílias, não só de sua época, mas certamente se estenderia até os dias de hoje.

Abraão recebeu a bênção pelo “sacerdote do Deus Altíssimo” (Gênesis 14:18) após voltar de uma guerra para resgatar seus parentes, Ló, sua família e todos os seus bens. A família de Abraão foi uma bênção para a de Ló.

1) Deus abençoa primeiro – “e abençoou Abrão, dizendo: “Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo” (Gênesis 14:19). A teologia adventista crê que primeiro Deus abençoa e, em resposta, somos fiéis. Não o contrário, como a teoria da prosperidade quer ensinar, com a pretensão de determinar a bênção por meio do “pensamento positivo” como forma de barganhar com Deus. Abraão foi abençoado primeiro e reconheceu que a bênção vinha do seu Criador e dono de tudo.

2) Deus é dono de tudo – “Criador dos céus e da terra” (Gênesis 14:19).
Deus “era” o ser mais importante e precisamos compreender que Ele sempre existiu. Ele “era”. Isso está implícito em Gênesis 1:1: “No princípio, Deus criou os céus e a terra.” Se Ele sempre existiu, tudo o que Ele criou é dEle. Ninguém pode pensar que é dono de alguma coisa, mesmo que tenha feito algo, pois somos criaturas que nascemos e existimos graças a Deus.

Deus é o Criador Incomparável: “Eu sou Deus, e não há nenhum outro; eu sou Deus, e não há nenhum como Eu.” (Isaías 46:9).

O Criador é dono de Tudo:

Salmos 24:1, 2 – (mundo e todas as pessoas)

Salmos 50:10, 11 (animais e aves)

Salmos 89:11 (céus e universo)

“O Senhor reina e reinará eterna e perpetuamente.” (Êxodo 15:18)

“Deus é amor” (1 João 4:7, 8); (João 3:16).

“Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.” (Romanos 5:8).

3) Plano da salvação – Abraão foi salvo dos inimigos e louva a Deus: “E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou seus inimigos em suas mãos”. (Gê. 14:20)

4) Fidelidade nos dízimos – Primeiro Deus abençoou, depois vem a compreensão de que Ele é o Criador e dono de tudo, então Deus salva e como reconhecimento e gratidão a fidelidade por meio dos dízimos e ofertas: “E Abrão lhe deu o dízimo de tudo”. (Gênesis 14:20) Considerando que “Abraão era muito rico em gado, em prata e em ouro” (Gênesis 13:2), ele foi fiel em tudo que Deus lhe dava.

A promessa abençoa todas as famílias por meio de Jesus

Ellen G. White esclarece que “a esperança de Israel foi incorporada na promessa feita quando do chamado a Abraão, e posteriormente repetida uma e outra vez a sua posteridade: “Em ti serão benditas todas as famílias da Terra”” (Gênesis 12:3). Ao ser desdobrado a Abraão o propósito de Deus quanto à redenção do homem, o Sol da Justiça brilhou em seu coração, e as trevas que nele havia foram dispersas. E quando, afinal, o Salvador mesmo andou entre os filhos dos homens e com eles falou, deu testemunho aos judeus sobre a gloriosa esperança do patriarca, de livramento através da vinda de um Redentor. “Abraão, vosso pai, exultou por ver o Meu dia”, Cristo declarou, “e viu-o e alegrou-se”. João 8:56. – Profetas e Reis, página 351.

Abençoado para abençoar

Hoje cada membro abençoado e fiel abençoa também as famílias da Terra. Por meio dos dízimos e ofertas, a igreja (ou seja, as pessoas) espalha o amor de Deus em todo o mundo. E com os dons de cada pessoa, abençoa as que estão perto de onde vivem.

A Igreja Adventista é a única igreja que está presente em 217 países dos 236 reconhecidos pela ONU. E parte do dízimo é para o cumprimento desta promessa de abençoar todas as famílias da Terra, como mostra o infográfico abaixo:

Além disso, a Igreja Adventista na América do Sul, por meio da fidelidade de seus membros, mantém 25 famílias e projetos missionários que compartilham do amor de Deus na Janela 10/40, região com menor presença cristã no mundo por ser proibido pregar uma religião ou crença diferente. Lugar este onde Abrão recebeu a promessa de abençoar todas as famílias da Terra.

Famílias abençoando famílias

Um dado muito interessante que temos é o modo de conversão das cinco pessoas que vivem em cinco regiões administrativas da Igreja na América no Sul. Nessas localidades, que mais possuem membros fiéis (48% dos membros, em média, são dizimistas), existe uma correlação de fatores comuns pela forma como conhecem a Jesus e Suas verdades e são batizados:

1º 31,2% são batizados por meio das famílias da igreja.

2o Contato com adventista 18%.

3o Classe Bíblica 16,6%.

4o Estudo Bíblico 11,2%.

5o Evangelismo 10,2%.

Isso nos aponta para o foco nas famílias que, quando abençoam outras famílias com oração, apoio, visitação, conhecimento do amor transformador de Deus e discipulado, resulta em fortalecimento delas mesmas e de toda a Igreja.

Famílias abençoando as novas gerações

A Janela 4/14 é composta de crianças e adolescentes de 4 até 14 anos que estão presentes em todo o mundo. Veja neste quadro abaixo as quantidades por região:

A importância deles esta relacionada à responsabilidade de se pensar, em primeiro lugar, em tornar essas crianças e adolescentes em discípulos, pois são os que tem maior probabilidade de aceitar a Jesus. Os dados abaixo confirmam isso:

5-12 anos = 32% (crianças e adolescentes entre 5-12 anos são mais receptivas a Jesus)

13-18 anos = 4%

19 anos + = 6%

O próprio Senhor nos advertiu: “E quem receber uma criança, tal como esta, em meu nome, a mim me recebe. Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar” (Mateus 18:5-6).

Deus cumpriu a promessa de abençoar todas as famílias da Terra por meio seu infinito amor ao resgatar Seus filhos enviando Jesus. Esta promessa está nas mãos dos que foram abençoados. João, no capítulo 4 de sua terceira epístola, declara a maior alegria de Deus: “Não tenho maior alegria do que esta, a de ouvir que meus filhos andam na verdade. Esta verdade vivida em cada família será o maior testemunho para as novas gerações fazerem o mesmo.

Ore pedindo que Deus mostre uma família para a sua família abençoar.

O chamado de Deus hoje é: em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gênesis 12:3).

WordPress Image Lightbox