Notícias Adventistas

Adolfo Suárez

Adolfo Suárez

Muito além do ensino

Reflexões sobre aspectos da vida diária a partir da Teologia, Educação e Ciências da Religião

Aproveitando bem o tempo

(Foto: Shutterstock)

Como você utiliza seu tempo?

De certa forma, é fácil administrar grandes períodos de tempo: manhã, tarde ou algumas horas. Mas, como administramos os intervalos de tempo? Produzimos algo positivo neles? E como administramos as 24 preciosas horas que a cada dia recebemos?

Quando falo em intervalos de tempo eu me refiro àquela fração que se localiza entre uma e a próxima atividade:

A espera da entrevista;

A espera do voo;

A espera na fila do banco;

A espera da próxima aula.

Há um episódio na vida de Cristo que mostra o Mestre aproveitando bem o tempo: Enquanto os “seus discípulos tinham ido à cidade comprar alimentos” (João 4:8, NAA), Ele começa e termina um estudo bíblico com a mulher samaritana.

Jesus resolve não ficar parado, apenas vendo o tempo passar. Decide fazer algo produtivo: Estabelece um dos diálogos mais ricos e impressionantes em toda a Bíblia. Da perspectiva do discurso, o diálogo de Jesus Cristo com a mulher samaritana é uma verdadeira aula de comunicação eficaz, uma aula impactante com tão somente 182 palavras de Cristo.[1] Nessa conversa, é possível identificar oito componentes de um diálogo eficaz:

Verso 10: Um diálogo eficaz desperta o interesse por algo melhor;

Verso 13: Um diálogo eficaz mantém o foco;

Verso 16: É direto, incisivo, sem enrolação;

Verso 17: Valoriza a sinceridade;

Verso 18: Um diálogo eficaz não fica na superficialidade;

Verso 22: Um diálogo eficaz evita generalidades para apenas agradar; em lugar disso, conduz à verdade para impactar;

Verso 23-24: Oferece teologia profunda;

Verso 26: Não fica somente na teologia filosófica; seu objetivo é apresentar Jesus.

As palavras de Cristo foram suficientes para impactar e transformar a mulher. E pensar que tudo isso foi feito num intervalo de tempo, enquanto Ele esperava o retorno dos discípulos!

É provável que cinco, dez ou quinze minutos desperdiçados aqui e acolá não sejam visíveis em um mês, ou mesmo em um ano. Mas a obra de uma vida demonstrará claramente o cuidado que cada um teve com o tempo.

Como disse Marc Levy[2]:

Para entender o valor de UM ANO, pergunte a um estudante que não passou nos exames finais;

Para entender o valor de UM MÊS, pergunte à mãe que teve um filho prematuro;

Para entender o valor de UMA SEMANA, pergunte ao editor de uma revista semanal;

Para você perceber o valor de UMA HORA, pergunte aos namorados que estão esperando para se encontrar;

Para você perceber o valor de UM MINUTO, pergunte a uma pessoa que perdeu um avião;

Para você perceber o valor de UM SEGUNDO, pergunte a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente;

Para você perceber o valor de UM MILISEGUNDO, pergunte a alguém que venceu a medalha de prata em uma Olimpíada.

Sim, o tempo é precioso, seja em frações menores ou porções maiores. Pensemos:

Quanto tempo temos gastos nas redes sociais?

Quanto tempo temos desperdiçado em leituras frívolas?

Quanto tempo temos perdido assistindo a filmes prejudiciais?

Quanto tempo temos perdido ouvindo músicas de mau gosto?

No clássico chamado Como aproveitar ao máximo seu tempo e potencial, Edward Dayton e Ted Engstron sugerem algumas estratégias práticas simples e eficazes ao alcance de todas as pessoas:

– Estabeleça alvos;

– Estabeleça prioridades;

– Faça planos;

– Prepare programas;

– Utilize novas informações;

– Não seja fanático com relação ao tempo;

– Não seja fanático com relação aos alvos;

– Controle o seu tempo.

Ao finalizar, relembremos a pergunta: Como você utiliza seu tempo? Responda à questão tendo como pano de fundo a advertência do apóstolo Paulo: “Aproveitando bem o tempo, porque os dias são maus” (Efésios 5:16).

Claro, não vamos dar lugar a um ritmo de vida frenético e preencher cada segundo das 24 horas diárias. Mas vamos cuidar do modo com o qual administramos o tempo, para que, ao final de cada jornada, descansemos com a sensação do dever cumprido, e do tempo bem utilizado.


Referências:

[1] Contagem feita na Bíblia Almeida Revista e Atualizada, desde o início do diálogo até a chegada dos discípulos. João 4: 7-26.

[2] Citado em https://www.goodreads.com/quotes/969007-if-you-want-to-know-the-value-of-one-year. Acessado em 9 de maio de 2018.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox