Notícias Adventistas

Cerca de 200 mil livros são distribuídos no sul de Minas Gerais

Exemplares foram entregues nas casas, universidades, nos comércios, hospitais e nas ruas.

2 de junho de 2014
Igreja Adventista onde Teixeira frequenta, em Maripá de Minas.

Igreja Adventista onde Teixeira frequenta, em Maripá de Minas

“Ele e a esposa entraram na igreja cambaleando, pois estavam bêbados”, conta Vander Luiz Pires, responsável em cuidar da igreja adventista em Maripá de Minas. O casal entrou pedindo oração às pessoas que estavam ali e a Pires, que compartilhava a mensagem bíblica. Eles pararam e oraram pelo casal. Com o tempo, os dois passaram a frequentar as reuniões e estudar a Bíblia.

A história foi confirmada pelo personagem, o pintor Arnaldo Luiz Teixeira. “Minha vida era bagunçada, bebia muito e tudo dava errado. Hoje tudo está bem melhor. Não bebo mais, vou à igreja e tenho Deus, que é tudo pra mim”, narra.

Leia também:

Pires entregou o livro A Única Esperança para Arnaldo. Assim como ele, que teve sua vida transformada através da Bíblia, outras histórias sobre mudança são contadas na obra. E com o objetivo de mudar outras vidas foram distribuídos 200 mil exemplares em cidades no sul de Minas Gerais no sábado, 31 de maio, e domingo, 1º de junho. Foi trabalho que envolveu adventistas de 32 distritos pastorais que visitaram casas, universidades, comércios, hospitais e nas ruas.

A distribuição mobilizou os membros a participar tanto na cidade onde vivem quanto em outras. Esse é o caso de Rogério Bernardino, que saiu de Juiz de Fora para participar do Impacto Esperança em Maripá de Minas, a 51 quilômetros de onde mora. “Fiquei sabendo que haveria entrega dos livros e vim para ajudar. Eu amo evangelismo. Para mim, participar desse evento é uma oportunidade que temos de levar esperança aos outros”, pontua.

No entanto, a satisfação não foi sentida apenas por quem entregou o livro, mas também por quem recebeu. “Nos dias de hoje só vemos violência, um querendo prejudicar o outro, mas essa iniciativa de doar um livro que fala de coisas boas é uma forma de ajudar”, declara o barbeiro Otávio Costa.

A equipe da Associação Mineira Sul distribuiu livros em Guarani, cidade onde um novo grupo foi aberto.

Equipe da Associação Mineira Sul distribuiu livros em Guarani, cidade onde um novo grupo foi aberto

No domingo, 01, os funcionários do escritório da Igreja Adventista para o sul do Estado (Associação Mineira Sul) também participaram dessa movimentação em Guarani. Com cerca de nove mil habitantes, a cidade recebeu um local para que os cultos sejam realizados, que foi aberto no domingo. Atualmente, o grupo formado tem oito adventistas batizados e 27 pessoas que estudam a Bíblia.

Segundo o presidente da Associação Mineira Sul, pastor Gustavo de Sá, a preparação para a abertura de um grupo foi planejada desde o início do ano. “Nós temos um grande desafio de Missão Global, pois queremos abrir 32 novas igrejas até o final do ano. Hoje, com Guarani, temos sete grupos abertos, mas caminhamos para o nosso alvo, com a graça de Deus e a ajuda de pessoas que trabalham para o resultado ser alcançado”, explica. [Equipe ASN, Vanessa Lemes]

Veja mais fotos na página da Associação Mineira Sul.

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox