Notícias Adventistas

ADRA ajuda vítimas da enchente em União da Vitória

Levantamento da Defesa Civil aponta que 32.648 pessoas estão desalojadas, 5.065 estão desabrigadas e 11 morreram.


  • Share:
Agencia-humanitaria-adventista-ajuda-vitimas-da-enchente-em-Uniao-da-Vitoria

Agência humanitária está distribuindo colchões, alimentos, roupas e kits de higiene para os desabrigados

União da Vitória, PR... [ASN] “Perdi tudo. Não deu tempo de tirar nada. Saí somente com a roupa do corpo”, lamenta Eliane Batista, moradora do bairro de Limeira, em União da Vitória, litoral do Paraná. Na última semana, os habitantes da cidade têm vivido momentos difíceis devido às chuvas que alagaram a região. O Rio Iguaçu que chega normalmente a dois metros e meio, atingiu o nível de oito metros, devastando casas, pontes e deixando diversas famílias desabrigadas. A previsão é de que continue a subir. Segundo a prefeitura local, a enchente é a maior dos últimos 20 anos, decretando estado de calamidade pública.

Diante dessa situação, a  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil) entrou em ação para colaborar. Conhecida internacionalmente por promover ações de ajuda humanitária, sendo um de seus pilares a gestão de emergências, a organização, em parceria com a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar da cidade, se deslocou até o local afetado para distribuir colchões, kits de higiene pessoal e roupas às famílias, adquiridos com o apoio da ADRA Internacional.

Leia também:

“A ADRA vem representar um alento, um alívio para as pessoas que conseguimos ajudar. Para nós, é uma alegria poder ajudá-las”, declara o diretor da ADRA Brasil, regional Paraná, Célio Longo.

Durante a semana das chuvas, o trabalho já foi iniciado pela Ação Solidária Adventista, a ASA, das igrejas locais. Sob a liderança do pastor Maurício Sales, diversos voluntários se mobilizaram para arrecadar roupas, comidas e donativos. Além disso, prepararam sanduíches e sopas duas vezes ao dia, entregando cerca de 400 refeições por vez. “Estamos indo in loco, fazendo levantamento das pessoas que precisam de ajuda e já estamos realizando as doações. Cremos que trabalharemos sem parar por mais 15 dias, pois a água demorará a baixar”, explica o pastor Maurício.

Auxílio necessário

Agencia-humanitaria-adventista-ajuda-vitimas-da-enchente-em-Uniao-da-Vitoria 2

O estádio de futebol da cidade está totalmente alagado. Suas arquibancadas servem de abrigos àqueles que perderam tudo

Helena de Oliveira foi uma das pessoas que receberam ajuda da ADRA. Pouca coisa foi salva pela família dela, porém, em sua casa a água já baixou e o que resta agora é recomeçar. “Essa ajuda mostra que essas pessoas têm o temor de Deus”, afirma.

De acordo com Longo, a ideia é que a ADRA atue enquanto a Defesa Civil estiver coordenando. Quando a situação for normalizada, a Ação Solidária Adventista (ASA) continuará o trabalho promovido pela igreja local, dando assistência espiritual às vítimas. Guarapuava e a Cidade Industrial de Curitiba também são atendidas e recebem ajuda pela ADRA em virtude dos desastres.

Em todo o Estado, segundo o último boletim da Defesa Civil, 131 municípios estão em situação de emergência e os prejuízos já chegam a R$ 500 milhões, de acordo com levantamentos preliminares. Passa de 490 mil o número de pessoas afetadas. Além de atender as comunidades atingidas fornecendo alimentos, roupas e colchões, a ADRA Brasil está captando recursos para ampliar as formas de atendimento. Contribuições em dinheiro podem ser feitas pela página oficial da agência humanitária na internet ou pelo banco HSBC, Ag: 2020, conta corrente: 00148-91 – ADRA Brasil. CNPJ 01.467.063/0001-15. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin, com informações de Márcio Tonetti]