Notícias Adventistas

AC terá anciãos pastoreando unidades da Escola Sabatina

19 de maio de 2015

TD9A0678.00_04_27_00.Still016Ter anciãos sendo verdadeiros pastores nas unidades de Escola Sabatina. Esse foi o objetivo lançado no Congresso de Discipulado – Escola Sabatina | Ancionato, realizado neste sábado (16) em São José e que reuniu cerca de 1300 pessoas. “Cada pastor hoje da Associação Catarinense [Igreja Adventista do Sétimo Dia – Centro Sul/SC] atende 550 membros em média. Mas se cada ancião for um pastor nas unidades da Escola Sabatina, teremos 30 membros por pastor”, comenta o pastor Derli Agostini, Ministerial e líder do Ministério Pessoal – AC.

O congresso recebeu anciãos e diretores de Escolas Sabatinas para explicar sobre a proposta e orienta-los neste importante apoio aos membros. “Nosso objetivo é ter todos os membros envolvidos na comunhão, no relacionamento e na missão. Queremos que o ancião acrescente na unidade, não substitua ninguém”, comenta o pastor Apolo Abrascio, Presidente – AC.

O grupo de anciões estará diretamente ligado ao pastor, tendo uma novidade proposta agora, um Pequeno Grupo somente deles. Para tanto foi mostrado no início do evento um modelo destas reuniões. “Temos cinco Pequenos Grupos de pastores funcionando há dois anos. Eles ficaram se preparando para guiarem seus grupos locais”, lembra o pastor Derli. A partir destes PGs será aproveitada a estrutura de unidades das Escolas Sabatinas para cada ancião assumir um ou dois grupos.

Para motivar, testemunhos foram apresentados, como da Igreja do Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS) em Taquara-RS, que já aplica essa estrutura a mais de um ano e tem obtido sucesso. Foi destacado também o envolvido da Escola Sabatina da Praia Brava (Itajaí-SC), que tem dando um bom exemplo de comunhão, relacionamento e missão.  Como convidados, estiveram presentes os pastores Marlinton Lopes (Presidente – USB) e Alex Palmeira (Ministério Pessoal USB), que mostraram seminários sobre o projeto proposto. Quatro corais da Grande Florianópolis também participaram, formando ao final um grande coro.

“Os nossos pastores na AC tem se desdobrado para tentar atender todas as igrejas e cada membro. Mesmo assim é impossível humanamente estar presente semanalmente. Mas para Deus nada é impossível, por isso estamos propondo esse projeto”, lembra o pastor Apolo.  “A Escola Sabatina é uma escola instituída por Deus há 180 anos e é o coração da Igreja. Vamos com essa proposta regar ainda mais esse coração!”, finaliza o pastor Derli.

“Na Igreja Adventista Central de Florianópolis esse sistema já começou e está sendo muito bom. Cada ancião está responsável por uma unidade da Escola. Os irmãos tem se sentido mais confortáveis em solicitar uma visita, já que esse método aproxima a liderança da Igreja do membro. A experiência está sedo positiva aqui”, comenta doutor Rui Arno Richter, 1º ancião.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox